Polícia Civil identifica executor do atentado contra secretário de Petrolina. Suspeita é de crime de mando. Saiba todos os detalhes e o nome do suspeito

Câmeras flagraram o momento do atentado e a fuga do executor

A Polícia Civil em Petrolina, em entrevista coletiva concedida na manhã de hoje, na Dinter 2, apontou o marceneiro Wellington Pereira dos Santos como executor da tentativa de homicídio contra o secretário executivo da AMMPLA/Petrolina, José Carlos Alves, ocorrida no último dia 11/12, naquela cidade.

Policia Civil divulgou a imagem do suspeito que está foragido

As investigações foram conduzidas pelo delegado Gregório Ribeiro e equipe da 214ª Circunscrição/Petrolina, coordenada pela 26ª DESEC, vinculada à Diretoria de Integrada do Interior 2 - DINTER 2 e GCOI 2.

De acordo com os delegados, as investigações tiveram início no mesmo dia do fato, com a apuração dos vestígios deixados pelo executor do atentado, que tem todas as características de um crime de mando, já que o executor demonstrou profissionalismo na execução, chegando a se utilizar de um "silenciador" para abafar o barulho dos disparos, além de ter permanecido das 22:20hs do dia anterior ao crime até as 6:40hs do dia 11/12, escondido atrás de uma árvore, próxima à residência da vítima, aguardando o momento ideal para a execução.

Ainda segundo a Polícia, o investigado, que teve contra si um mandado de prisão expedido e 3 mandados de buscas e apreensões e que se encontra foragido, teria duas passagens pela Polícia, com prisões por porte ilegal de arma e por tráfico de drogas.

Os investigadores revelaram que chegaram ao executor por meio das câmeras de monitoramento cujas imagens mostram que Wellington Pereira dos Santos caminhou pelas ruas de Petrolina por cerca de três minutos, desfazendo-se de vestimentas durante o percurso, o que também aponta para planejamento da ação.

Sobre a motivação do crime, os policiais não quiseram revelar quais linhas de investigação estariam seguindo, mas o Blog apurou que há suspeitas de que o atentado teria motivação na recente licitação para concessão das linhas de ônibus do transporte coletivo de Petrolina.

Além dos três mandado de busca e apreensões em endereços vinculados ao suspeito, a Polícia ainda realizou buscas em outros três endereços de pessoas próximas a ele. Não foi apontado nenhuma pessoa como suspeita de ser mandante da tentativa de homicídio contra o secretário.

A Polícia Civil pede que qualquer informação sobre o crime e sobre o suspeito seja comunicada aos autoridades pelo DISK DENÚNCIA, que em Petrolina é o 87 88034513.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ

Direita já se organiza para derrubar Bolsonaro, o louco. Frota protocola impeachment e Janaina decreta: "esse senhor tem que sair"