Geraldo Julio não paga piso aos professores, mas torra R$ 38 milhões com prédio que só valeria R$ 19 milhões





O Sindicato dos Profissionaisnda Educação do Recife denuncia que o Prefeito do Recife, Geraldo Julio, não estaria cumprindo a Lei do Piso Nacional da Educação, que, por Lei, é obrigatório para todas as Administrações do País.

Apesar de não atualizar o valor do piso pelos 16,84% anunciados pelo MEC, o prefeito não economiza quando é para pagar milhões por desapropriações desnecessárias, como é o caso da aquisição recente e polêmica de um prédio para a Secretaria de Educação, cuja maior parte da área construída é composta de vagas de garagem. Por esse prédio a Prefeitura quer pagar R$ 38 milhões para o titular do domínio útil e ainda terá que desembolsar R$ 4,1 milhões para a União, já que se trata de terreno de marinha.

Leiam a nota do SINPERE:

O salário de Janeiro saiu, e já se revela o tom que nossa campanha salarial deve ter: a lei do piso estabelece o pagamento desde janeiro do percentual para equiparação do piso nacional. O MEC noticiou no último dia 16 de janeiro que este valor significa 12,84% de reajuste para a nossa categoria.

O pagamento de Janeiro, portanto, revela a verdadeira intenção da prefeitura de manter a desvalorização do professor no município. Independente de qualquer negociação, o piso salarial é lei e deve ser colocado no salário de Janeiro

O descumprimento da lei do piso por parte de Geraldo Julio mostra que devemos começar o ano já atentos e preparados para a batalha por nossa campanha salarial. Vamos nos manter juntos e fortes para mais essa luta!

Confira a notícia divulgada http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/12-acoes-programas-e-projetos-637152388/84481-mec-divulga-reajuste-do-piso-salarial-de-professores-da-educacao-basica-p

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia