PF investiga sociedade de familiares de FBC com empreiteiro, em paraíso fiscal americano, revela Crusoé


Matéria publicada pela Revista Eletrônica Crusoé e assinada por Fabio Serapião revela que a  Polícia Federal investiga uma possível sociedade entre o líder do governo Bolsonaro, o senador pernambucano Fernando Bezerra Coelho e um empreiteiro, numa empresa sediada no Estado americano de Delaware, conhecido como uma espécie de paraíso fiscal, em pleno solo americano.

Segundo a matéria, mensagens encontradas em endereços de FBC, durante a Operação Desintegração, deflagrada em setembro de 2019, para investigar o suposto pagamento de propina de 5,5 milhões de reais de empreiteiras para o senador, à época ministro da Integração Nacional no governo de Dilma Rousseff, teriam levado a PF a rastrear a sociedade. 

Ainda segundo a matéria, a propina teria relação com as obras do Canal do Sertão e Transposição do Rio São Francisco. Os documentos demonstrariam que Marcos Borin, da empresa Constremaq, teria repassado os direitos da Qumir USA LLC, sediada em Delaware, para familiares de Bezerra.

Borin, diz a matéria,  "é um dos empresários que, segundo o delator João Carlos Lyra, pagou propina para Bezerra em troca de benefícios no ministério da Integração. Não foi possível ainda identificar, diz a PF, se essa 'renúncia de direitos' gerou ganhos financeiros para Bezerra."

Trecho do relatório da PF diz que “No entanto é importante registrar que a empresa Qumir USA LLC está registrada no Estado de Delaware, nos Estados Unidos, localidade conhecida pelo aumento exponencial na instalação de empresas de fachada, ou seja, tal Estado seria uma espécie de paraíso fiscal dentro do território americano”.

Para avançar na apuração sobre a relação de Bezerra com a empresa no paraíso fiscal, a PF pediu mais tempo para concluir o inquérito: “A hipótese criminal que aponta para essa continuidade delitiva exige o aprofundamento da investigação a fim de melhor compreender os efeitos decorrentes da renúncia de direitos da empresa Qumir USA LLC efetuado por Marcos Borin em favor de familiares do Senador Fernando Bezerra, notadamente se tal renúncia se traduziu em ganhos financeiros para o parlamentar”, afirma a PF no relatório parcial sobre a investigação.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ

Direita já se organiza para derrubar Bolsonaro, o louco. Frota protocola impeachment e Janaina decreta: "esse senhor tem que sair"