Ativista LGBTQ+ é o novo presidente do PSOL Recife a quem caberá a coordenação da escolha da candidatura do Partido à Prefeitura da Capital pernambucana



O PSOL Recife tem novo presidente. Trata-se de Dayvison Caetano, recifense, proativo militante partidário, ativista da luta LGBTQ+ e da Juventude.

Aos 23 anos Dayvison assumiu a Presidência do Partido Socialismo e Liberdade do Recife no início de fevereiro, em razão da saída do professor Thiago Carvalho, para  se desligou da Presidência do PSOL, do comando da legenda, paraa assumir o mandato de Conselheiro Tutelar na cidade do Recife, para o qual foi eleito em outubro de 2019. 

O novo Presidente do PSOL terá a tarefa de coordenar o democrático processo de definição do nome que o partido apresentará como candidato para a próxima eleição, à Prefeitura da Cidade do Recife, tarefa que cumprirá em conjunto com o Diretório Municipal do PSOL que deliberou por ter candidatura própria.

Para Dayvison, o PSOL, nos últimos anos, vem se destacando principalmente no âmbito da juventude em todo Brasil. 

Para o novo presidente do PSOL, o Partido terá um papel fundamental no pleito de 2020, quando  o PSOL se colocará como alternativa e como saída para solucionar os problemas do Recife. E para além disso, adverte Dayvison, não permitir que se concretize a tentativa de que a eleição seja uma disputa familiar, que tenta fazer de Recife e de Pernambuco de um modo geral, um curral de oligarquias. 

Também entende como tarefa central, a organização da chapa proporcional: uma chapa com a pluralidade e grande participação de jovens, mulheres, negros e negras, LGBTQ+, e com outros segmentos progressistas. 

Segundo Dayvison Caetano, somente o PSOL vem dando espaço de apresentação e de relevância para as pautas sociais, havendo uma necessidade ainda maior de garantir e ampliar a participação das demandas e lutas populares na Câmara de Vereadores, por isso, o novo presidente pretende organizar a intervenção do Diretório Municipal na próxima eleição, pautando o Partido pela independência política. 

A composição do PSOL para este pleito eleitoral precisa apresentar soluções efetivas para os problemas da cidade, o que em 8 anos da atual gestão do PSB, não corresponderam aos anseios da população. “Queremos e iremos disputar por um Recife mais justo, transparente e igualitário”, refletiu o novo Presidente do PSOL.




MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Empresário é executado com tiro na cabeça, no Recife e Polícia mantém seu nome sob sigilo. Vítima seria irmão de autoridade do Poder Judiciário. Crimes de mando têm sido frequentes em Pernambuco

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil