Durante café da manhã com a imprensa, comando da PF, em Pernambuco, fez balanço dos últimos 12 meses. Só contra desvios de recursos públicos e crimes financeiros foram 16 Operações

Cúpula da Policia Federal em Pernambuco 

Na manhã de hoje, 28, durante café da manhã com a imprensa, a cúpula da Policia Federal, em Pernambuco, sob o comando da Superintendente Regional no Estado, Delegada Federal Carla Patrícia Cintra Barros da Cunha, divulgou um balanço da atuação do órgão nos últimos doze meses.

Ladeada pelos delegados federais Bernardo Torres (Delegado Regional Executivo), Mariana Cavalcanti (Delegada Regional de Combate ao Crime Organizado) e Marco Aurélio Faveri (Corregedor Regional), a Superintendente da PF em Pernambuco, destacou a importância do papel da imprensa na divulgação das ações da PF, lembrando que o órgão somente deixa de informar detalhes de suas operações, quando proibida por lei ou para evitar prejuízos no desenrolar das investigações.

O café da manhã com a imprensa, ao qual o Blog esteve presente, representado por sua editora, Noelia Brito, é uma iniciativa inédita promovida pela Superintendência em Pernambuco e que contou com a presença de representantes dos principais órgãos de imprensa no Estado, que fazem a cobertura das ações da Polícia Federal.

Durante as explanações, os delegados federais destacaram que só nos últimos doze meses, a Polícia Federal no Estado realizou dezesseis operações de combate a desvios de recursos públicos e a crimes financeiros, a última, inclusive, que recebeu o nome de "Aqua", foi desencadeada no dia de ontem, 27.

Além da Aqua, os federais desencadearam nos dois primeiros meses de 2020, as Operações Hammer, Sirena e Palladium.

Ainda contra desvios de recursos públicos, entre março e dezembro de 2019, foram deflagradas as Operações Forger, Desintegração, Outline, Pescaria I e II, Impunitas I e II, Insanidade I e II, Chofer e Octopus.

Contra a Pornografia Infantil foram outras quatro Operações, incluindo a Lobos. Foram quatro Operações contra Crimes Previdenciários e outras cinco de erradicação de maconha. Destacam-se, ainda, Operações contra crimes ambientais, inclusive em Fernando de Noronha e de combate ao tráfico internacional de drogas.



Chama atenção o altíssimo índice de solubilidade de crimes pela Superintendência da Policia Federal em Pernambuco, que chega a 95%, nos inquéritos envolvendo crimes de corrupção, de responsabilidade e aqueles praticados por organizações criminosas e  a 74%, nos inquéritos sobre crimes em geral.


Diferentemente do que se poderia imaginar, o crime mais investigado pela Policia Federal em Pernambuco, no ano passado, foi o de estelionato, que chegou a ocupar 31% dos inquéritos, seguido pelo de tráfico de drogas, responsável por 14% dos inquéritos conduzidos pelo 45 delegados federais, lotados na Superintendência de Pernambuco, em 2019, dos quais, 30 são homens e 15 são mulheres. Outra revelação interessante é que Pernambuco é o único Estado da Federação a ter uma mulher à frente da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado, a delegada federal Mariana Cavalcanti. Pernambuco também é um dos seis Estados a terem uma mulher no comando da Superintendência Regional, a delegada federal Carla Patrícia Cintra.

Na terceira posição, entre os crimes mais investigados pela PF no Estado, em 2019, está o de documentos falsos, com 13%, seguido pelo de sonegação, com 10%, contrabando, com 6%, Eleitorais, com 4%, responsabilidade e licitações, ambos com 3%, ao passo que os demais crimes ocupam 17% dos inquéritos.

A iniciativa do novo comando da Polícia Federal no Estado de Pernambuco, de buscar essa aproximação com a imprensa é muito bem vinda e atende os anseios da população que elegeu a PF como uma das instituições mais confiáveis do País e que por essa razão está sempre ávida por informações sobre o trabalho dos policiais federais, no combate à criminalidade, em geral e, em especial, à corrupção, afinal, como bem destacou a Superintendente Carla Patrícia Amorim, a imprensa é uma parceira da instituição, funcionando como um elo de ligação entre a instituição e a população.


MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos