Gleisi e Guimarães vão à sede do PSB tratar de eleições municipais. Podemos e PDT já têm pré-candidatos à Prefeitura do Recife


No mesmo dia em que o Podemos lançou a candidatura da delegada Patrícia Domingos com pompa e circunstância, no Senado, à Prefeitura do Recife e na véspera do deputado federal Túlio Gadelha tomar posse como novo presidente do PDT do Recide, num gesto de Carlos Lupi para fortalecer a candidatura do parlamentar à sucessão de Geraldo Julio, a presidente nacional do PT fez uma visita, acompanhada do deputado cearense José Guimarães, ao presidente nacional do PSB,  Carlos Siqueira, para tratar, segundo o próprio Siqueira, das eleições municipais, o que inclui, obviamente, Recife, onde, apesar de ocupar cargos no governo Paulo Câmara, que é vice presidente do PSB e Geraldo Julio, o PT ensaia uma candidatura à sucessão do aliado.

"Em Brasília, na sede nacional do PSB, recebi a deputada federal (PR) e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e o deputado federal petista (CE) José Guimarães para tratar da conjuntura nacional e das eleições municipais de 2020", postou o presidente do PT em sua conta no Twitter.



O PT pernambucano segue dividido, com as direções estadual e da Capital defendendo a manutenção da aliança com o PSB e o apoio ao candidato do Partido, possivelmente o deputado João Campos, à sucessão de Geraldo Julio, ao passo que Marilia Arraes postula ser a candidata, em vez de apoiar o primo João, preferido dos petistas pernambucanos.

Não se sabe ainda quais "faturas" foram apresentadas pelo PT ao PSB para novamente abrir mão de uma candidatura própria.

Lula, a exemplo do que fez com Paulo Câmara a quem acusou de "representar tudo que não acredita na política," para depois vir a apoiá-lo em troca de seu apoio à candidatura de Jaddad à presidência, recentemente fustigou João Campos, afirmando que o Recife não precisava de um príncipe.



MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos