Indígenas denunciam "covardia" de Geraldo Julio que os proibiu, após 25 anos, de vender seus produtos no Mercado de São José



Indígenas que há 25 anos se deslocam de Palmeira dos Índios, em Alagoas, para, durante o período pré-carnavalesco venderem seus produtos no Mercado de São José, tiveram uma ingrata surpresa ao serem proibidos pela gestão Geraldo Julio de realizarem suas vendas este ano, chegando a serem expulsos por fiscais da gestão.

Áureo Cisneiros esteve com lojistas do Mercado que testemunharam a importância da presença dos indígenas no fomento ao turismo na região 

Os indígenas, que são apoiados pelos comerciantes do próprio Mercado, denunciam o que classificam de "covardia" do Prefeito, que com sua atitude estaria fazendo com que alguns estejam passando fome junto com familiares. Lembram que seus produtos, além de atraírem turistas para o mercado, são manifestações cultuŕais nativas.

Uma das indígenas chega a desabafar: "Nossos produtos não são droga não!"

Vejam a denúncia completa no vídeo:





MAIS VISITADAS DO MÊS

Aliado de Arthur Lira, do Centrão, Marinaldo Rosendo é alvo de Operação da PF por desvios de recursos do SUS durante sua primeira gestão na Prefeitura de Timbaúba

Após dia de polêmica, Marília Arraes solta nota rebatendo acusações de traição, golpismo e aliança com a direita que lhe foram imputadas por colegas do PT

Lideranças e ex-presidentes defendem reeleição do Bruno Baptista à presidência da OAB/PE

Diretoria Antimáfia Italiana e Polícia Federal em Pernambuco prendem Italiano apontado como líder de rede de traficantes internacionais de drogas. O estrangeiro morava em Aldeia, na cidade pernambucana de Camaragibe

Priscila Krause afirma que João Campos manteve equipe administrativa da Secretaria de Saúde, alvo de sete operações da PF: “de fato ele confia na equipe”