Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares



Por decisão do Juiz de Direito do Juízo Militar Presidente dos Conselhos de Justiça Militar, Luiz Cavalcanti Filho, que recebeu a denúncia promovida pelo Ministério Público Militar de Pernambuco, o Tenente Coronel da Policia Militar de Pernambuco, Joseny Bernardino dos Santos, que em 2018 foi promovido pelo governador Paulo Câmara,  ao posto de Comandante do BPTRAN, responderá a processo criminal, sob a acusação de ter assediado sexualmente, por 9 vezes, quatro policiais militares sob seu comando. O art. 216-A, do Código Penal, no qual estaria incurso o policial militar, prevê pena de 1 a 2 anos pelo crime. Como o oficial, segundo o Ministério Público de Pernambuco, teria cometido o delito por 9 vezes, sua pena pode chegar a 18 anos: "Art216-A. Constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função. Pena – detenção, de 1(um) a 2 (dois) anos."

O Blog apurou que as investigações contra o oficial começaram após chegarem pedidos de socorro das vítimas, via Whatsapp, dirigidos à cúpula da PMPE e que o acusado chegou a ser promovido pelo governador, mesmo após as graves denúncias que culminaram com o processo por  assédio sexaul. Atualmente, o Tenente Coronel está lotado na Diretoria de Saúde da PMPE.

O Blog está à disposição das pessoas e instituições citadas na matéria para publicar os esclarecimentos que se fizerem necessários.

Leiam a decisão do recebimento sa denúncia: 

Recebimento da denúncia (Clique para resumir) VARA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL Processo nº 0021742-69.2019.8.17.0001 / TOMBO JME - ( 8.989 ) Denunciado: 1) TC PM MAT. 920448-2 / JOSENY BERNADINO DOS SANTOS Incurso nas Penas: por nove vezes no art. 216-A, CPB, c/c art. 79 CPM e c/c art. 9º, II, "a" do CPM. DECISÃO: 1. Recebo a Denúncia às fls. 02/07. 2. Cite-se e requisite-se o acusado. 3. Dia 04 de agosto de 2020, pelas 16h30, para sorteio dos membros do Conselho Especial de Justiça Militar(PMPE); 4. Dia 21 de julho de 2021, pelas 14h00, para inquirição das vítimas e testemunhas do rol da denúncia, todas militares da ativa. 5. Promovam-se as requisições e comunicações processuais necessárias, observando as prescrições legais e ainda as de estilo. CUMPRA-SE. Recife-PE, 15 de janeiro de 2020. Dr. Luiz Cavalcanti Filho Juiz de Direito do Juízo Militar Presidente dos Conselhos de Justiça Militar 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia