Podemos lança Patrícia Domingos à Prefeitura do Recife em grande estilo. Delegada declarou que candidatura é por gratidão ao povo pernambucano que a defendeu quando da extinção da Decasp. PSB começa a colher o que plantou



Em coletiva transmitida pelo Instagram da delegada Patrícia Domingos, o líder do Podemos no Senado, Álvaro Dias e a presidente do Partido, Renata Abreu, lançaram a pré-candidatura da delegada à sucessão de Geraldo Julio, apontado como um dos pivôs, ao lado do empresário filiado ao PSB, Romero Pontual e do próprio governador Paulo Câmara, da articulação que resultou na extinção da Decasp, dias depois a delegada desencadear a operação Castelo de Farinha que colocou na prisão um dos filhos do "homem forte do PSB", Romero Filho, dono da empresa Casa de Farinha, apontada como líder da Máfia da Merenda que desviou milhões de recursos que deveriam ser destinados à alimentação das crianças pernambucanas.

Em sua fala, Álvaro Dias revelou que a candidatura de Patrícia representava um braço da Lava Jato em Pernambuco, já que o Podemos defende que a operação, focada no combate à corrupção, se transforme em politica de Eatado.

Ainda segundo o Senador paranaense, que foi o articulador da filiação e da candidatura de Patrícia Domingos, fato revelado pelo próprio presidente do Podemos em Pernambuco, Deputado federal Ricardo Teobaldo, o Podemos destacará um coordenador para comandar a campanha de Patrícia à Prefeitura do Recife e na hipótese de ser eleita, sua gestao à frente da Prefeitura, deixando claro que assim como a candidatura de Tulio Gadelha é um projeto nacional do PDT, a de Patrícia Domingos é um projeto nacional do Podemos que sonha em lançar o ministro e ex-juiz Sergio Moro à sucessão de Bolsonaro.

Ricardo Teobaldo, que regionalmente é ligado a Armando Monteiro revelou ter aido apresentado a Patrícia Domingos pelo próprio Álvaro Dias e por Renata Abreu.

Vejam trecho da fala da agora pré-candidata do Podemos à Prefeitura do Recife:



Patrícia Domingos foi a última a falar e revelou que com a extinção da Decasp após operação que alcançou alguns dos principais aliados do governador Paulo Câmara e do Prefeito do Recife, compreendeu que não é possível mudar o sistema de fora para dentro e que sua candidatura era motivada por gratidão ao povo pernambucano que a defendeu quando da extinção da delegacia que promoveu várias operações de combate à corrupção.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Justiça recebe denúncia contra tenente coronel da PMPE acusado de assediar sexualmente 4 subordinadas policiais militares

Empresário é executado com tiro na cabeça, no Recife e Polícia mantém seu nome sob sigilo. Vítima seria irmão de autoridade do Poder Judiciário. Crimes de mando têm sido frequentes em Pernambuco

Roberto Viana e o Game of Thrones de Pernambuco

Antônio Campos cumpriu o que disse à Época e depôs hoje, no MPF, como testemunha em inquérito sigiloso envolvendo caciques do PSB. Vejam a nota

Indústria de multas de Geraldo Júlio arrecadou R$ 230 milhões em apenas 4 anos enquanto gastos com educação no trânsito não chegam a R$ 550 mil