Policiais Civis decidirão, na próxima terça-feira, 18, em frente ao Palácio, se entrarão em greve durante o Carnaval de Pernambuco


Em assembleia reizada ontem, 13, diante da falta de propostas concretas por parte da gestão estadual e dos vários prejuízos a que a categoria vem sendo submetida, inclusive com perdas salariais, os pilociais civis de Pernambuco decidiramo endurecer suas ações.
Foi deliberada, pela assembleia, a intensificação da operação padrão e a entrega do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES) em abril. Além disso, na próxima terça-feira (18), a categoria decidiu fazer uma grande passeata que sairá do Sinpol, às 10h, e seguirá até o palácio do governo, onde acontecerá uma nova assembleia para deliberar sobre a paralisação dos policiais Civis durante o carnaval.

Nos próximos dias a diretoria do Sinpol seguirá mobilizando a categoria diariamente e dando suporte para que os Policiais não sofram pressões por estarem integrando o movimento reivindicatório. Rrepresentantes dos policiais militares participaram da Assembleia e manifestaram apoio à luta dos Policiais Civis e anunciaram que estão trabalhando junto ao Sinpol para tentar estabelecer um movimento conjunto com a PM, como tem acontecido em vários estados vizinhos.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos