Prefeituráveis: João Campos votou a favor de deputado que recebeu propina desviada das obras das secas. Tulio Gadelha votou contra e Marília Arraes se ausentou.

Dos prefeituráveis do Recife, deputados federais, apenas Tulio Gadelha, do PDT, votou contra o retorno do colega deputado flagrado pela PF e gravado por delatores se beneficiando de propina desviada das obras contra as secas.

O pré-candidato do PSB, João Campos aparece na lista com voto a favor do retorno do colega corrupto, enquanto Marilia Arraes, sua prima, e pré-candidata do PT, não aparece na lista, sendo desconhecida a razão de sua ausência na votação.

Apontados como possíveis pré-candidatos, Sílvio Costa Filho, do Republicanos e Raul Henry, do MDB, também votaran a favor da volta do colega, que fora afastado por decisão do ministro Celso de Mello.

Fonte: Folha de São Paulo 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia