Dez pontos do depoimento de Antônio Campos ao MPF, envolvendo o PSB de Pernambuco, já são objeto de inquéritos ou ações judiciais. Novas informações foram prestadas hoje pelo presidente da Fundaj



O advogado e presidente da Fundaj, Antônio Campos, prestou esclarecimentos suplementares ao depoimento antes prestado ao Ministério Público Federal, na qualidade de testemunha em procedimento investigativo sigiloso iniciado em 2018. 

As informações complementares foram solicitadas pelo próprio MPF. Ao finalizar seu depoimento inicial, Antônio Campos entregou uma extensa petição com 19 itens, dos quais 8 foram objeto da complementação encaminhada hoje ao MPF.

Dos 19 itens, 10 já são objeto de investigações ou ações judiciais em curso, ao passo que um dos itens foi anexado ao procedimento para o qual o depoimento foi inicialmente tomado. 

Quem teve acesso a parte escrita ou documental do depoimento tem convicção de que o "toncamíssel" é quase nada diante do declarado por Antônio Campos ao MPF.

MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos