Geraldo não paga o piso e professores da rede municipal do Recife entram em greve


A categoria decidiu deflagrar a greve na tarde desta terça-feira (10), por meio de votação em assembleia. A greve é uma resposta à negativa da Prefeitura da Cidade do Recife ao cumprimento da lei federal 11.738/2008, a Lei do Piso Salarial do Magistério Público da Educação Básica e em defesa da escola de qualidade para a população mais empobrecida.

As professoras e professores saíram do Teatro Boa Vista às 16h em passeata em direção à Praça do Derby, fechando a rua Dom Bosco e o sentido subúrbio da Av. Cde. da Boa Vista.

O MEC anunciou o reajuste do salário dos professores da rede pública para 2020 em 12,84%, a partir de janeiro. Desde o final de fevereiro o Simpere tem participado das mesas de negociações, e a PCR insiste em rebaixar o pagamento do reajuste, contrariando a lei.

Além da reivindicação do piso salarial já, para toda a tabela de profissionais, na data-base de janeiro, a categoria tem outras demandas: realização de concurso público para suprir o déficit de aproximadamente mil profissionais na rede municipal, eleições diretas para gestores de escolas, autonomia no uso da carga horária voltada para planejamento de aulas e provas (Aula Atividade), abertura de nova lista para acréscimo de carga horária e ampliação e melhoria do plano de saúde do servidor municipal (Saúde Recife).

A proposta mais recente da Prefeitura é de realizar o reajuste parcelado em três percentuais, que gerariam um aumento gradual, apenas a partir de outubro, até que se chegasse ao índice do piso em dezembro. Em outubro, os professores receberiam 4,5% de aumento, em novembro esse valor seria reajustado em 4%, e em dezembro o somatório dos aumentos seria reajustado em mais 3,83%, chegando assim aos 12,84% sem o retroativo a janeiro.

"O Simpere é contra a proposta de reajuste da Prefeitura, visto que a receita corrente líquida de Prefeitura cresceu 7,5% em 2019, e para que a lei seja respeitada, basta ter vontade política para refazer as contas e valorizar o profissional da educação", explica Claudia Ribeiro, Coordenadora Geral do Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial do Recife (SIMPERE). 

Nesta quarta-feira (11), o SIMPERE estará com a categoria nas escolas realizando piquetes e conversando com a comunidade escolar. 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia