Justiça vê "omissão patente" e concede liminar ao Estado do Ceará contra Anvisa que terá que fazer barreira sanitária nos aeroportos cearenses


A Justiça Federal no Ceará concedeu, hoje, liminar ao Governo do Ceará autorizando que aquele Estado realize barreira sanitária e "a necessária prevenção pela triagem e monitoramento de casos suspeitos nos aeroportos do Estado do Ceará".

No pedido, o governo do Ceará alegou que a Anvisa não estaria realizando o serviço.

Com a liminar do juiz Ricardo Ribeiro Campos, titular da 34. Vara Federa, concedida durante o Plantão, a Anvisa terá que fazer o trabalho sob pena de multa de R$ 500 mil no caso de descumprimento.

"A postura adotada pela ANVISA parece não atender a um efetivo exercício de vigilância sanitária e epidemiológica quanto ao fluxo de passageiros que desembarcam em aeroportos, maxime considerando estágio atual de pandemia. A omissão é patente", afirma o magistrado na decisão.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos