Óbitos por coronavírus só podem ser confirmados após exames laboratoriais, esclarece SES/PE diante de Boletim de Ocorrência apontando morte suspeita em Jaboatão


O Blog da Noelia Brito obteve, com exclusividade, um Boletim de Ocorrência, lavrado pela Polícia Civil de Pernambuco, cuja autenticidade foi atestada por pelo menos duas fontes da Polícia Civil de Pernambuco, onde se verifica o encaminhamento de um cadáver de um idoso de 70 anos, residente em Barra de Jangada, Município de Jaboatão dos Guararapes para o Serviço de Verificação de Óbitos. O BO aponta que o idoso foi encontrado, já sem vida, por um dos seus vizinhos e que a família reportou que a vítima apresentava sintomas de covid-19, como tosse e espirros. O nome e o endereço do idoso foram omitidos da imagem, para preservar a privacidade da família, mas nossa  editoria possui cópia da versão completa.

Entramos em contato com a Policia Civil de Pernambuco, mas esta não se manifestou. Por sua vez, a Secretaria de Saúde de Pernambuco esclareceu que os óbitos para covid-19 só podem ser confirmados após análise laboratorial."  

Com relação ao óbito apontado pelo BO, que teria ocorrido no último dia 20, a SES/PE não esclareceu se foram realizados exames laboratoriais para descartar Covid19.

Ainda segundo a SES, "A emissão da declaração de óbito é um ato médico, que tem por obrigação legal constatar e atestar a morte. Para haver a confirmação do agente causador (vírus, bactérias) em casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag*), é necessário que haja coleta de material para análise em laboratório, como preconizado pelo Ministério da Saúde. Importante destacar que os quadros de Srag podem ser provocados por diversos vírus, como os vários tipos de influenza - A(H1N1), B, A(H3N2) - ou até mesmo o da covid-19, e ainda bactérias. Por fim, informamos que todos os dados relativos aos registros confirmados pela covid-19 estão sendo divulgados no boletim diário emitido pela SES-PE e que, até o momento, não há confirmação de morte em Pernambuco pelo novo coronavírus.

A Secretaria explica que Srag  ocorre quando o indivíduo hospitalizado apresenta febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta, e que apresente dificuldade para respirar.


Leiam a nota na íntegra    

NOTA DE ESCLARECIMENTO//ÓBITO SRAG
A emissão da declaração de óbito é um ato médico, que tem por obrigação legal constatar e atestar a morte. Para haver a confirmação do agente causador (vírus, bactérias) em casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag*), é necessário que haja coleta de material para análise em laboratório, como preconizado pelo Ministério da Saúde. Importante destacar que os quadros de Srag podem ser provocados por diversos vírus, como os vários tipos de influenza - A(H1N1), B, A(H3N2) - ou até mesmo o da covid-19, e ainda bactérias. Por fim, informamos que todos os dados relativos aos registros confirmados pela covid-19 estão sendo divulgados no boletim diário emitido pela SES-PE e que, até o momento, não há confirmação de morte em Pernambuco pelo novo coronavírus.

* Srag - quando o indivíduo hospitalizado apresenta febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta, e que apresente dificuldade para respirar.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Certidão de Óbito autenticada pelo TJPE atesta morte de morador de Prazeres, em Jaboatão, Pernambuco, por coronavírus, mas SES não o inclui nas estatísticas. Secretaria silencia sobre o caso

URGENTE! Governo de Pernambuco estaria escondendo duas mortes por coronavírus. Denúncia é de policiais civis que trabalham no IML que não teriam equipamentos adequados para autópsia

Pacto Pela Morte: Delegados denunciam ordem do Governo Paulo Câmara que facilita prescrição de crimes, principalmente de homicídios, inclusive com ameaças de perseguições contra quem não aceitar prevaricar

Alunos de escola tradicional do Recife fazem apologia ao Nazismo e instituição solta nota de repúdio

Empresário que escapou de quarentena e levou covid-19 para sul da BA é filho de uma desembargadora do TJ/CE, ex-conselheira do CNJ