Pelo Instagtam, Tulio Gadelha explica choro: ser preterido por núcleo do PDT que define políticas de aliança e destinação do fundo eleitoral



O deputado federal Tulio Gadelha usou seu perfil no Instagram para falar sobre a repercussão da notícia de que teria chorado depois de perder a liderança da maioria na Câmara para um colega de legenda, o cearense André Figueiredo. 

Gadelha se disse assustado com a repercussão de seu choro. Entretando, o que repercutiu realmente não foi o choro, não são incomuns as manifestações chorosas de políticos, mas a revelação de que a perda da liderança teria levado Gadelha a renunciar à sua pré-candidatura à Prefeitura do Recife, tema, esse sim, relevante, mas sobre o qual o deputado disse que só se pronunciará na proxima segunda-feira, numa coletiva de imprensa.

Apesar de não confirmar a retirada da candidatura, no texto de Tulio é possível ler nas entrelinhas, principalmente do trecho onde afirma entender e saber que sua derrota dentro da própria bancada  "aconteceu porque o núcleo nacional do meu partido - as pessoas que definem a destinação de fundo eleitoral, de fundo partidário, a consolidação das alianças e definição das direções partidárias nos estados - escolheu outro nome, que aceitou disputar contra mim, naquele mesmo dia", que está ciente de que sua pretensão de disputar a Prefeitura do Recife está nas mesmas mãos que o derrotaram naquele episódio e que como lembrou Paulo Rubem Santiago, ontem, também pelo Instagram, a "cúpula local e nacional do PDT, (está) acostumada aos acordos de gabinete e interesses particulares junto ao PSB em PE."

Leiam a Nota na íntegra;

"Estou assustado com a repercussão que as lágrimas de um homem podem alcançar. Queria aproveitar e informar que isso não é coisa de outro mundo. E que sim, homens choram. Agora, diferentemente da associação que fizeram, o motivo das lágrimas não tem a ver com a candidatura no Recife, mas com a disputa da liderança do bloco e minha decepção com meus colegas de bancada do PDT. O fato é que havia conversado com 23 (vinte e três) dos meus colegas deputados e 21 (vinte e um) deles, me garantiram o voto. Mas no momento da votação, que se deu de forma aberta, não me contive porque alguns deles decidiram apresentar um voto diferente. Fizeram muitos elogios a mim, mas votaram em outro candidato. Dos 21 votos, tive 3 (três). Mas não guardo nenhuma, nenhuma mágoa. Entendo e sei que isso aconteceu porque o núcleo nacional do meu partido - as pessoas que definem a destinação de fundo eleitoral, de fundo partidário, a consolidação das alianças e definição das direções partidárias nos estados - escolheu outro nome, que aceitou disputar contra mim, naquele mesmo dia. 
. Meus colegas de bancada não estão errados, errada está a legislação eleitoral que nos torna parte, e ao mesmo tempo, reféns dos nossos próprios partidos. A intervenção dos partidos naquilo que não for programático, é, e sempre será, um erro. . Por mais homens que chorem, que expressem seus sentimentos e falem o que precisa ser dito. Ah, sobre o tema da candidatura, falarei na segunda-feira, em coletiva de imprensa, aqui no Recife. 2 min

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito