Prefeitura do Recife não estaria fornecendo EPIs para agentes de combate a endemias



Fundamentais para o combate a endemias, os agentes de combate a endemias e os agentes de saúde denunciaram ao Blog que estariam sendo obrigados a trabalhar sem qualquer segurança e proteção.

Dois desses profissionais, ouvidos pelo Blog reportam que estão sujeitos à contaminação e transmissão do coronavírus por estatem trabalhando sem máscaras, sem luvas e sem álcool gel.

"Até o protetor solar que recebemos é um tubo para dois, sendo que já houve caso de recebermos o produto faltando apenas um mês para passar o prazo de validade. Estamos trabalhando sem nenhuma segurança, sem álcool, sem luvas e sem máscaras exposto não apenas a pegar o coronavírus, mas também expondo a população", contou ao Blog um dos profissionais ouvidos pelo Blog sob a condição de anonimato.

Para dois dias de trabalho a PCR está fornecendo apenas duas máscaras e dois capotes. Nenhuma luva e nem álcool gel. É sabido que para que tenha alguma eficácia, as máscaras devem ser descartadas sempre que ficarem úmidas

A Prefeitura do Recife tem alardeado que está se preparando para combater a pandemia desde janeiro deste ano tendo implementado mais de 100 medidas para contenção da Covid - 19, inexplicável que algo fundamental como luvas, máscaras e álcool gel não tenha sido adquirido para proteção, pelo menos, dos profissionais que lidam com a saúde pública.

Desde ontem tentamos ouvir a Prefeitura do Recife, mas até o momento não obtivemos qualquer resposta.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia