SES/PE notifica Maria Lucinda por registro errado de Covid-19 em atestado de óbito. Revelação é do LeiaJá

Atestado foi usado por bolsonaristas para espalhar fakenews

Matéria de Marília Parente  para o Portal LeiaJá revela que a Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco (SES-PE) notificou o Hospital Maria Lucinda, localizado na zona norte do Recife, por incorreção no registro de óbito de um homem de 57 anos, falecido no dia 23 de março. Acontece que a declaração, assinada pela médica que acompanhou o paciente, apontava três possibilidades como causa da morte: síndrome respiratória aguda, Covid-19 e pneumonia comunitária não-especificada. Tais informações se repetiram no atestado de óbito.

O Portal revela ainda que dada a repercussão da suposta morte por covid-19, o próprio secretário de saúde André Longo, em coletiva de imprensa realizada em 25 de março, informou que o resultado dos exames do paciente apontou óbito por influenza A. Por meio de nota, a SES esclareceu ainda que “ esse caso (homem de 57 anos, falecido no Hospital Maria Lucinda) nunca constou nas estatísticas de mortes por Covid-19, divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde. Os óbitos pelo novo Coronavírus não são contabilizados a partir de atestados, mas sim por testagem realizada pela Vigilância Epidemiológica do Estado”.

Até o último boletim divulgado no domingo (29/03), os óbitos em Pernambuco eram de: dois homens de 79 e 69 anos, ambos falecidos no Hospital Português; um homem de 82 anos falecido no Hospital dos Servidores; outro homem de 85 anos falecido no Hospital Oswaldo Cruz e uma mulher de 69 anos, que faleceu no Hospital São Marcos.

O caso objeto da notificação é o de um borracheiro, cujo atestado virou alvo de fake news espalhadas por robôs bolsonaristas e até por parlamentares apoiadores do presidente, inventando que a vítima teria morrido de um acidente com um pneu. 

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos