A pedido do MPCO, relator emite Alerta de Responsabilização ao secretário de Saúde de Pernambuco sobre transparência nas ações de combate à Covid19



O Conselheiro Carlos Porto, do TCE, que relata as contas da Secretaria de Saúde de Pernambuco, emitiu, hoje, um alerta de Responsabilização ao secretário André Longo e à Controladoria Geral do Estado para que seja dada total transparência nas ações e gastos para o combate ao coronavírus. O Estado de Pernambuco tem se vangloriado de liderar o ranking da transparência entre Estados durante a pandemia, mas esse mesmo governo foi alvo de uma ação do Ministério Público Federal justamente por não dar transparência aos gastos da saúde com as chamadas Organizações Sociais, as mesmas que agora foram colocadas para gerir os hospitais requisitados e criados para atender a pandemia.



MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos