Assessoria de Moro diz que "não confirma" demissão, mas ele pediu e Bolsonaro não aceitou. Bolsonaristas reclamam de lentidão da PF em investigar adversários do presidente

23 de abr. de 2020

/ by Blog da Noelia Brito

Apesar da nota da assessoria de Sergio Moro dizendo não confirmar a demissão do ministro Sergio Moro, mas o ministro pediu, sim, demissão durante reunião em que foi comunicado por Bolsonaro que tiraria o diretor geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

A confirmação do pedido de demissão foi revelada por Daniel Adjunto, na CNN.

Ainda na CNN, a informação de que Valeixo já teria informado a subordinados que está de saída.

Bolsonaristas reclamam que a Polícia Federal, sob Moro, estaria muito lenta e citam como exemplo os inquéritos contra o mais recente desafeto de Bolsonaro, Rodrigo Maia.
© Todos os direitos reservados - 2021