Cemitérios de São Paulo têm ao menos 30 enterros por dia de mortos com suspeita de Covíd-19

1 de abr. de 2020

/ by Blog da Noelia Brito


Da Folha de São Paulo
Por causa do atraso do Instituto Adolfo Lutz em disponibilizar os resultados dos testes de comprovação da doença, a imensa maioria desses mortos não aparece na contabilização feita pelo Ministério da Saúde como óbitos decorrentes da infecção pelo novo coronavírus. Em quase todos os casos, os médicos que assinam os boletins de óbito, fundamentais para a permissão do sepultamento, afirmam que aguardam os resultados de exames para comprovação da causa da morte e apenas apontam suspeita de Covíd-19.
© Todos os direitos reservados - 2021