Diretor de Jornalismo da Câmara de Olinda é demitido por se recusar a virar cabo eleitoral da esposa do presidente. Caso será levado ao MPPE por indício de improbidade e de abuso de poder político



O jornalista Ivan Maurício, que até ontem exercia o cargo de Direitor de Jornalismo da Câmara Municipal de Olinda, divulgou carta aos jornalistad de Pernambuco onde denuncia que sua demissão do cargo teria sido ocasionada por se recusar a votar e a fazer campanha para a esposa do presidente da Casa, Jorge Federal, que é pré-candidata a vereadora nas próximas eleições.

Apesar de não ser incomum, a prática do presidente da Câmara de Olinda de obrigar servidoresz ainda que comissionados a votarem ou fazerem campanha para si ou para seus candidatos é considerada ilícita e abuso do político e até mesmo improbidade.

O Blog apurou que o ex-assessor da Câmara de Olinda já constituiu o advogado Paulo Sales para representar ao Ministério Público de Pernambuco noticiando os fatos e ao líder da oposição, para que seja aberto processo por quebra de decoro por parte de Jorge Federal com a possibilidade de que seja votado seu afastamento do cargo.

Com a palavra, a Câmara dos Vereadores de Olinda e seu presidente.

Leiam a nota na íntegras.

AOS JORNALISTAS DE PERNAMBUCO

Em pleno pico da pandemia do coronavírus e em meio a isolamento social, recebi, no dia 31/3 passado, telefonema do vereador Jorge Federal, presidente da Câmara Municipal de Olinda, condicionando minha permanência no cargo de Diretor de Comunicação do Poder Legislativo municipal a ter que votar e fazer campanha eleitoral para sua esposa, Janaína Federal, pré-candidata a vereadora na cidade. Não aceitei a imposição por considerar um desrespeito e descumprimento ao princípio constitucional que diz ser “inviolável a liberdade de consciência e de crença”. No dia 1/4, fui surpreendido com novo telefonema do vereador Jorge Federal me comunicado que estava exonerado do cargo. Hoje (2/4), recebi, em minha residência, a portaria formalizando a exoneração. Aproveito a oportunidade para agradecer o carinho e a acolhida que sempre tive por parte de todos os companheiros que fazem a imprensa de Pernambuco durante este período em que exerci a Diretoria de Comunicação da Câmara de Olinda. Tenho 52 anos de exercício da profissão de jornalista, boa parte deles – quase duas décadas - trabalhando sob a censura prévia durante a ditadura militar, na resistência da chamada imprensa alternativa, em jornais como “Opinião”, “Movimento”, “O Pasquim” e “Versus”. O tempo ensinou a não me calar. 

Olinda, 2 de abril de 2010. 
Ivan Maurício 
Jornalista profissional desde os 17 anos



A Associação da Imprensa de Pernambuco emitiu nota de solidariedade ao jornalista.



MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia