Dirigente do PT em Paulista denuncia que ala majoritária transformou a legenda em "moeda de troca"

Flávia Hellen foi candidata a deputada federal pelo PT nas últimas eleições 


A dirigente e integrante do GT de Tática Eleitoral do PT, em Paulista, Flavia Hellen, em carta à Executiva Estadual, denuncia que o grupo que ganhou o PED no Município, estaria usando a legenda como moeda de troca em proveito de grupos externos ao Partido. Leiam a Carta:

À COMISSÃO EXECUTIVA ESTADUAL DO PT PE EM DEFESA DE UM PT QUE RESISTE E SONHA

Prezados/as membros do PT PE 

É com indignação e tristeza que recebemos, aos 45 minutos do segundo tempo, a entrada de um vereador de mandato no PT em Paulista, sem sequer um debate na executiva municipal e no grupo de tática eleitoral. Ao longo de quase seis meses estamos mobilizando a militância petista na cidade pra construção de uma chapa de vereadores, assim como para reorganizar o PT na cidade e voltar a ter representação na câmara dos e das vereadores pra defender o legado dos governos do PT na cidade, apresentando o modo petista de construção política. Em 2016, o PT Paulista foi impedido de disputar a eleição por conta de desorganização da antiga direção, quando a maioria dos membros da gestão saiu do partido um dia antes do prazo final de regularização. Desde então, o PT Paulista entrou num profundo processo de reconstrução política a fim de ser um partido orgânico e com construção junto ao povo de Paulista. Após o PED - onde o Estado todo viu a intervenção da prefeitura no processo, mas não respondeu à altura apesar das denúncias - o PT se afastou dos princípios democráticos e populares e virou meramente uma moeda de troca na cidade. O Grupo que "ganhou" o PED, poderia ter discutido com transparência a vinda de um mandatário pro PT, ter debatido nos fóruns municipais cabíveis e sobretudo ter debatido com nossos pré candidatos. O grupo majoritário tinha maioria para apresentar sua proposta, mas não: agiram de forma rasteira e na reta final nos colocou numa situação fisiologista e deplorável como essa. A vinda do vereador impossibilita que os militantes orgânicos disputem o pleito em condições políticas e materiais iguais. O PT estadual não pode colocar sua instância de encontro com os anseios dos petistas e do povo de Paulista, que quer um PT democrático, transparente e que respeite a construção cotidiana de muitos e muitas. Sei que, outrora, essa direção foi conivente com o que houve no PED. Mas peço encarecidamente que não permitam que o PT em Paulista se torne meramente um partido de aluguel, cujos interesses sejam tão somente eleitoreiros de grupo externo ao partido. Que o PETISMO resista a todo esse golpe. 

Flávia Hellen 
Executiva municipal do PT Paulista 
GTE municipal.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs