Farra dos celulares na pandemia, inclui outra dispensa de R$ 188 mil para internet. Confiram


A verdadeira farra com o dinheiro público, usando a tragédia da pandemia como desculpa, que a gestão Geraldo Julio está promovendo, não se limita à contratação de uma locadora de veículos para fornecer os aparelhos, com dispensa de licitação, ao custo de R$ 1,6 mílhao.

A secrestaria de Educação está torrando mais R$ 188,2 mil com a contratação, também sem solicitação, da Claro, para fornecer internet 4G  para os aparelhos.

O MPCO já pediu a suspensão do contrato milionário que foi firmado com um empresa que sequer é do ramo e cujos sócios já têm duas condenações por sonegação fiscal.

Fontes do Blog ainda alertaram, ontem, para o fato de que  a operadora de telefonia que foi a (vencedora) estaria vendendo uma plataforma (MDM) que não foi homologada através da Emprel e que essa operadoraz no caso, a Claro, sequer fez a prova de conceito (POC), conforme previsto para o dia 20/4 e já foi publicado do DO da PCR como vencedora no último sábado. "Como pode ter vencido se não foi aprovado o serviço?", questiona nossa fonte.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje