Hospital Barão de Lucena não está preparado para o combate à Covid-19, constata Coren, após fiscalização


Apesar de não ser referência no combate da Covid-19, o Hospital Barão de Lucena (HBL), no Recife, não possui preparo básico para o enfrentamento do novo coronavírus. A constatação é do Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE), que realizou, hoje (7), fiscalização na unidade hospitalar.

Segundo levantamento realizado pelo Conselho, não há treinamento para a equipe de Enfermagem sobre as temáticas relacionadas à doença (identificação de sinais e sintomas, práticas corretas de controle da infecção e uso de equipamentos, fluxograma de atendimento aos casos suspeitos, etc). Os profissionais de Enfermagem também não foram capacitados para utilização e descarte de EPIs em relação ao novo coronavírus e para a coleta de amostras respiratórias, além de haver um déficit de profissionais.

“Na atual situação de pandemia, é de extrema necessidade que as equipes de Enfermagem, que trabalham na linha de frente da assistência, já tenham sido treinadas para o manejo da Covid-19”, destaca a conselheira Valdeísa Morais, que participou da inspeção junto aos conselheiros Angélica Telles e Evandro Alves.

Durante a visita, a equipe do Coren-PE reforçou a necessidade de mudanças e do estabelecimento de um fluxograma na emergência pediátrica do Barão de Lucena para o atendimento de casos suspeitos por infecção do coronavírus. Outra solicitação da fiscalização do Conselho é sobre a instalação de uma área privativa e isolada, com separação de leitos, para a assistência de pacientes com queixas respiratórias. “Indicamos a criação de uma barreira física entre o setor de isolamento, a ser preparado para o atendimento exclusivo de pacientes com suspeita de Covid, com as outras áreas do hospital”, destaca Valdeísa.

Como pontos positivos realizados pelo Hospital para o enfretamento da pandemia, estavam a disponibilidade de Equipamentos de Proteção Individual para a equipe de Enfermagem e o remanejamento dos profissionais do grupo de risco para outras áreas, longe da linha de frente assistencial. Embora haja a disponibilidade de lavatórios, papel toalha e álcool 70% em todos os setores, ainda falta que sejam implementados métodos de limpeza e desinfecção de rotina em consonância com os padrões recomendados e diretrizes das autoridades sanitaristas para a Covid-19.

Fonte: Coren

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje