Pandenia traz à tona anos de corrupção na gestão da saúde em Pernambuco nas mãos de OSs: Estado tem 7 cidades entre as 20 com maior mortalidade COVID-19 no País

Registo de superlotação do Getúlio Vargas já em 2019 (Fonte G1)

Apesar de se gabar de ser exemplo de transparência nas ações contra a pandemia, Pernambuco está muito longe de ser um exemplo de eficiência. Matéria do G1, publicada hoje, 28, da autoria do repórter Pedro Alves, aponta para um cenário macabro: "Pernambuco tem sete das 20 cidades com maior taxa de mortalidade por Covid-19 do país", aponta o titulo da matéria, que ainda cita que seis delas estão no Grande Recife. A cidade de São Lourenço da Mata aparece liderando a estatística, obtida por meio de levantamentos da reportagem junto a Secretarias de Saúde.

Os dados apontam Pernambuco como o estado com maior números de municípios entre as 20 cidades campeãs em óbitos pela Covid19.
O levantamento, informa o G1, considerou dados tabulados até as 13h50 de segunda-feira (27) e apenas as cidades brasileiras com mais de 30 casos. O critério foi usado porque, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é o mínimo necessário para avaliações de efeitos da doença nas cidades. 

Quase todas as cidades pernambucanas que estão na lista ficam localizadas no Grande Recife, com exceção de Vitória de Santo Antão, localizada na Zona da Mata.

Em terceiro lugar no ranking está Recife, com 11,4 mortes por 100 mil pessoas. A capital concentra a maioria absoluta dos casos no estado: 1.865 casos do novo coronavírus. Em 11º lugar está Camaragibe, com um índice de 8,9 vítimas do novo coronavírus. Em 14º vem Olinda, terceira cidade mais populosa do estado, com 7,4 óbitos.

Jaboatão dos Guararapes, a segunda mais populosa, vem em 16º lugar, com incidência de 7 mortes a cada 100 mil moradores e, em 19º lugar, vem Igarassu, com 6,8 casos. Por fim, no 20º lugar, vem Vitória de Santo Antão, que concentra 6,5 casos por 100 mil habitantes.

O secretário de saúde André Longo diz que o execessivo número de óbitos decorre da baixa testagem. E por que não testou antes? A desculpa da falta de testes não cola já que em outros Estados, a exemplo do Ceará, sempre foi três vezes maior que a de Pernambuco. Será que o Ceará tem mais condições do que Pernambuco? É claro que não. No máximo se equivalem.

Não é de hoje que a situação da saúde em Pernambuco se apresenta caótica. Quantos vídeos têm sido produzidos por pacientes e por profissionais de saúde mostrando a superlotação nas unidades hospitalares pernambucanas, com pacientes apinhados em corredores enquanto os R$ 9 bilhões repassados pelo SUS ao Estado foram parar, não na melhoria desses serviços, mas noa cofres de Organizações Sociais a quem o Estado entregou a gestão da saúde dos pernambucanos?

https://www.google.com/amp/s/g1.globo.com/google/amp/pe/pernambuco/noticia/2019/05/07/hospital-getulio-vargas-tenta-diminuir-superlotacao-com-28-leitos-adicionais.ghtml

http://portalfmb.org.br/2017/11/30/pe-pacientes-denunciam-engarrafamento-de-macas-em-hospital-publico-no-recife/

http://portalfmb.org.br/2019/06/21/pe-medicos-vasculares-denunciam-situacao-insustentavel-no-hospital-getulio-vargas/
A entrega da saúde em Pernambuco a essas OSs foi feita por meio de um gigantesco esquema de corrupção descoberto não pelas autoridades pernambucanas, mas, por incrível que pareça, pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte que por meio da Operação Assepia, que investigou esquemas similares naquele Estado, acabou por registrar interceptações telefônicas e depoimentos de investigados relatando como políticos e empresários por meio de conluios e corrupção repartiram entre si os recusos que deveriam ter sido destinados à saúde da população.

Essas provas da forma corrupta como as OSs tomaram conta do dinheiro da saúde dos pernambucanos foram entregues pela Editora deste Blog ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público Federal, que, segundo fontes do Blog investigam o tal esquema.

Mas o fato é que apesar disso, essas OSs investigadas seguem sendo contratadas para gerir não só o sistema rotineiro de saúde, mas os hospitais requisitados pelo governo de Pernambuco durante a pandemia. 

Pernambucanos assistem atônitos operações policiais em conjunto com o ministério público contra eaquemas envolcendo OSs na Paraiba, no Rio Grande do Norte, no Rio de Janeiro enquanto em Pernambuco a desonestidade e a incompetência causam mortes e sofrimento à população Será que nem com o caos desmascarado pela pandemia veremos a justiça prosperar em Pernambuco?

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos