Paulista inicia construção de hospital de campanha com 60 leitos de retaguarda para pacientes da COVID-19


Foto: Almir Martins / Prefeitura do Paulista

A Secretaria de Saúde do Paulista iniciou, nesta quarta-feira (08.04), a construção de um hospital de campanha com 60 leitos de retaguarda para acolher os pacientes do município, em final de tratamento da COVID-19. A estrutura está em fase de concretagem da base e levará em torno de 10 dias para ficar pronto, no Clube Municipal do Nobre, área central da cidade.
Este hospital de campanha custará aos cofres do município o valor de R$1,2 milhão mensal, para pagar o aluguel da estrutura e todas as despesas para manter o funcionamento, como contratação de 120 profissionais, equipamentos, medicamentos e manutenção. O concreto utilizado na formação da base é doação da construtora ACLF.
A estrutura erguida ao ar livre do clube será totalmente isolada, mas sem oferecer nenhum risco de contaminação para os moradores do entorno do clube, como explica a secretária de Saúde do Paulista Fabiana Bernart.
“Optamos por construir aqui no Nobre, porque precisamos de uma área ampla, aberta e arejada. Mas os moradores da vizinhança não precisam se preocupar, porque o vírus não se propaga no ar. Nós temos outras estruturas funcionando em áreas residenciais que não oferecem qualquer tipo de perigo, como a UPA de Jardim Paulista, o Hospital Miguel Arraes. Enfim, este hospital será de leito de retaguarda, em que nossos pacientes serão os moradores de Paulista que recebem alta dos hospitais e serão acolhidos com uma permanência de no máximo cinco dias, para concluir o tratamento, perto de sua família,” explicou Fabiana.
Para o prefeito Junior Matuto, todos os esforços da prefeitura neste momento estão voltados no combate ao avanço do novo Coronavirus na cidade. “Toda a gestão está neste momento focada no combate a esta pandemia aqui na cidade. Desde o primeiro momento, tomamos todas as medidas cabíveis para controlar o avanço da pandemia aqui na cidade. Neste momento, estamos montando este hospital de campanha para garantir 60 leitos de retaguarda, com equipamentos e técnicos treinados para atender nosso povo. Tudo com muita responsabilidade. Não dá pra brincar nem fazer populismo barato com um assunto tão sério” argumentou o prefeito.
Além destes 60 leitos de retaguarda que a gestão vai ofertar, o município também contará com mais 27 leitos no Hospital Nossa Senhora Aparecida, o antigo Hospital Central. Ou seja, Paulista neste primeiro momento contará com 87 leitos de retaguarda para os pacientes em recuperação do tratamento do COVID-19. O município também está contratando duas ambulâncias para fortalecer o sistema de transporte de pacientes em tratamento do novo Coronavirus. 

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje