Pernambuco: Bolsonaro quer mudar Superintendente da PF em Pernambuco para perseguir Luciano Bivar, denuncia Joice Hasselmann

Bolsonaro ladeado por Gilson Machado e Coronel Meira, autores de dossiês contra Bivar e da fritura contra a superintendente da PF em Pernambuco 

Ex-bolsonarista de carteirinha, a deputada federal Joice Hasselmann revelou, ontem, em entrevista à CNN, que o motivo da insistência do presidente Jair Bolsonaro em substituir a superintendente da Polícia Federal em Pernambuco, delegada Carla Patrícia Cintra, é o ódio nutrido por Bolsonaro contra o presidente do PSL, Luciano Bivar, que é deputado federal por Pernambuco.

Segundo Hasselmann, Bolsonaro quer usar a PF para perseguir inimigos, como Bivar, que teria se recusado a repassar dez milhões de reais para o diretório do PSL de São Paulo, que era presidido por Eduardo Bolsonaro, qualificado por Hasselmann como o filho mais perigoso de Bolsoanro.

Representantes do Aliança pelo Brasil, partido que Bolsonaro não conseguiu fundar, é representando, em Pernambuco, por dois amigos do presidente, que ganharam a confiança do presidente aos produzirem dossiês contra Luciano Bivar, usados por Bolsonaro na disputa pelo comando do PSL, perdida por Bolsonaro, que saiu do Partido por não conseguir ter domínio sobre os recursos do Fundo Partidário e Eleitoral milionário da agremiaçãoz que segue comandada por Bivar. Os responsáveis pelos dossiês contra Bivar e pela fritura contra Carla Patrícia são o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto e o Coronel Meira, da reserva da PM pernambucana, que foram apontados pela Veja como autores dos tais dossiês (Confiram em Bolsonaristas acusam Bivar de envolvimento em assassinato nos anos 1980)

Bivar é alvo de inquérito aberto a pedido do Ministério Público Eleitoral pelo chamado "laranjal do PSL", que também teria favorecido a campanha de Jair Bolsonaro em estados como Pernambuco, Minas Gerais e Ceará.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos