Piada: Acusado de extinguir delegacia que investigava governistas, Paulo Câmara crítica "ameaça de ingerência política nas ações piliciais" de Bolsonaro



Apostando na falta de memória da população,  o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, do PSB, foi ao Twitter para revelar "preocupação" com a "ameaça de ingerência política nas ações pilociais" denunciadas pelo Ministro Sergio Moro, em coletiva na qual o ministro revelou que uma das insatisfações de Bolsonaro com a PF seria com a recusa de Maurício Valeixo, Diretor Geral do órgão, em substituir a delegada federal Carla Patrícia Cintra, na Superintencia  de Pernambuco. 

Carla Patrícia atuou no Governo Paulo Câmara como Corregedora da Secretaria de Defesa Social, cargo que deixou para assumir a Superintendência da PF, em Pernambuco. 

Conforme o Blog revelou mais cedo, bolsonaristas de Pernambuco pressionavam Bolsonaro para substituir Carla Patrícia por ter integrado o governo do PSB.

Mas o que chama atenção mesmo é que essa crítica venha justamente de um governador que foi alvo recente de denúncias da mesma prática que agora afirma preocupá-lo. É corrente em matérias jornalísticas e no meio policial e político que a extinção da antiga Delegacia dos Crimes contra a Administração e Serviços Públicos foi orquestrada para afastar a delegada Patrícia Domingos do comando das investigações de crimes de corrupção em razão de inquéritos e até prisões de aliados do governador, inclusive empresários, deputados, e vereadores, dentre os quais a Casa de Farinha, cujo dono é considerado, pela Polícia Federal, "o homem forte do PSB". Dentre as cidades onde a delegada investigava desvios na merenda escolar praticados por agentes públicos, juntamente com esta empresa, destaca-se a Prefeitura do Recife, governada por Geraldo Julio, candidatíssimo à sucessão do próprio Paulo Câmara, ambos, aliás, investigados em inquéritos pelo MPF e pela Polícia Federal. 



Se a memória do povo é curta, estamos aqui para refrescá-la.



MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia