Sinpol afirma que mais de 50 policiais civis estariam contaminados por Covid-19 em Pernambuco. PCCE contesta números e informa 4 contaminações entre 18 testados

Polícia Civil de Pernambuco realizou desinfecção de viaturas e instalações em Fernando de Noronha (Foto: Instagram da PCPE)

Sinpol aponta mais de 50 policiais civis contaminados e é contestado pela Polícia Civil: "desde a entrada do novo Coronavírus no território pernambucano, quatro policiais civis testaram positivo para Covid-19, em todo o Estado.

Em nota encaminhada à mídia, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE) aponta que mais de 50 Policiais Civis já estariam contaminados pelo novo coronavírus e que entre eles haveria casos considerados graves. 

Ainda segundo o Sinpol, esses profissionais estariam espalhados por todas as regiões do estado, do litoral ao sertão e até mesmo em Fernando de Noronha, o que revelaria a gravidade da situação. 

De acordo com o Sindicato,  ontem,  15, a entidade fora informada de que três Policiais Civis lotados na Delegacia de Fernando de Noronha teriam sido socorridos para a capital pernambucana com sintomas da COVID-19.

"A situação foi tão séria que toda a Unidade Policial, além de viatura, procedimentos policiais e objetos apreendidos precisaram passar por um processo de desinfecção, conforme noticiado no próprio instagram da Polícia Civil de Pernambuco - PCPE. (https://instagram.com/p/B-9uFl7AzB6/), afirma a entidade em sua nota.

"Como o Sinpol temia e agiu para que não acontecesse - por isso, inclusive, ingressou com várias ações judiciais para resguardar o Policial e a população nesse sentido - as Delegacias e Institutos da PCPE tornaram-se verdadeiros locais de contaminação e disseminação do coronavírus. Todos os servidores que estão nesses ambientes, assim como a população que necessita do trabalho deles "in loco", estão em risco iminente", alertam. 

"O que nos assusta é que infelizmente não há, ou não parece haver, nenhuma preocupação do Governo do Estado com esses servidores, uma vez que não foi posto à disposição equipamentos de proteção individual para suprir a demanda de todos os trabalhadores Policiais. O Sindicato dos Policiais Civis lembra que a categoria da segurança pública é o segundo setor que mais se contamina por coronavírus no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde. As Unidades Policiais (Delegacias, Departamentos e Institutos) já apresentavam falta de condições para atendimento ao público antes mesmo da COVID-19 e agora enfrenta mais esse problema. Portanto, o SINPOL vem, mais uma vez, denunciar o descaso com a vida e a saúde dos Policiais Civis e vem solicitar a população pernambucana que não compareça às Delegacias e aos Institutos da PCPE. Somente em casos urgentes e inadiáveis o cidadão deve procurar a Polícia Civil de Pernambuco. O Sindicato dos Policiais Civis também informa que os boletins de ocorrências podem ser registrados pela internet através do site https://servicos.sds.pe.gov.br/delegacia/", encerram.

O Blog questionou o Sinpol sobre a confirmação desses números por testes laboratoriais e a entidade, por meio de sua assessoria, afirmou que os 50 pilociais que afirma estarem contaminados foram testados.

Em resposta ao Blog, porém, a Polícia Civil de Pernambuco rebate os números apresentados pelo Sinpol: "A Polícia Civil de Pernambuco informa que, desde a entrada do novo Coronavírus no território pernambucano, quatro policiais civis testaram positivo para Covid-19, em todo o Estado. Os profissionais afastados, assim como suas equipes, logo nos primeiros sintomas, e realizadas as instruções para o devido tratamento. Alguns estão, inclusive, terminando a fase de quarentena para retornar aos postos de trabalho.  As forças de segurança estão sendo priorizadas na realização de testes laboratoriais em servidores que apresentam os primeiros sintomas da doença. Ao todo, 18 policiais civis foram testados no Hospital da Polícia Militar, unidade de referência definida para o atendimento a trabalhadores da segurança."


Sobre a denúncia sobre Fernando de Noronha, a PCPE informa que "Por ser um ponto estratégico do nosso Estado, Fernando de Noronha ganhou atenção especial na prevenção do novo Coronavírus. Desde o início dos casos, as equipes não apenas da PCPE, mas de toda a segurança, receberam equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas, e produtos de higienização, como álcool em gel e líquido. Na semana passada, foi feito um procedimento de sanitização das viaturas, alojamentos e instalações dos policiais civis na ilha."



A Polícia Civil ainda informa que Como medidas administrativas de prevenção, foram suspensos cursos, capacitações, instruções, solenidades e outras atividades que aglomerem servidores na Polícia Civil e em toda as operativas. Além disso, os crimes que antes só podiam ser denunciados presencialmente passaram a ser notificados por meio da Delegacia pela Internet (no site www.sds.pe.gov.br). Isso inclui 25 tipos de delitos, como roubo, depredação, ameaça, calúnia e crimes contra o consumidor. Somente casos em que são necessárias perícias médico-legais ou crimes contra a vida, que exigem providências imediatas, são registrados presencialmente."


Por fim, é importante ressaltar que esse momento exige união de forças e integração todos para superarmos o cenário enfrentado hoje por todos os pernambucanos.  

MAIS VISITADAS DO MÊS

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos