Aras pediu e o STJ autorizou investigação contra Witzel com base em dossiê que passou pelo gabinete de Bolsonato, diz a Crusoé



A Crusoé conta que a investigação contra o governador Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, sobre a contratação de uma organização social para gestão de hospitais de campanha, pedida pelo Procurador Geral da República Augusto Aras e autorizada pelo STJ não tem por base as investigações que vinham sendo realizadas pelo próprio Ministério Público, mas um dossiê que circulou pelo gabinete do presidente Jair Bolsonaro, que elegeu o governador do Rio como seu maior inimigo político da atualidade.

A investigação tem como alvo o contrato de R$ 770 milhões com o IABAS, organização social acostumada a receber milhões para a gestão de hospitais públicos e que já se viu envolto em outras denúncias de desvios.

Mas a reportagem revela, ainda que os aliados de Bolsonaro que levaram a ele o dossiê utilizado por Aras para investigar Witzel, também teria potencial para atingir a gestão Doria, outro desafeto presidencial.

Bolsonaro, que recentemente foi acusado de tentar interferir na Polícia Federal e é investigado por isso, declarou que o Rio de Janeiro era um terreno fértil para a PF trabalhar.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje