Dani Portela denuncia caravana Doutores da Verdade ao MPPE, Cremepe e OAB-PE


A advogada Dani Portela protocolou denúncia no Ministério Público de Pernambuco, na ouvidoria do CREMEPE e na comissão de saúde da OAB-PE pedindo que fosse investigada a caravana chamada de "Doutores da Verdade" e a relação com a deputada estadual Clarissa Tércio com a promoção do uso do remédio "hidroxicloroquina". A caravana, que percorre bairros da periferia da Região Metropolitana do Recife tem realizado a distribuição da referida medicação às pessoas que estão com sintomas da COVID-19. As ações da caravana são divulgadas amplamente pela deputada estadual Clarissa Tércio, em seus perfis nas redes sociais, onde inclusive anunciou a doação de parte do seu salário para a aquisição desse medicamento.
De acordo com Portela, essa divulgação feita pelos "Doutores da verdade" e pela Clarissa Tércio precisa ser investigada pelos órgãos competentes, para averiguar se se encaixam nas diretrizes da OMS - organização Mundial da Saúde. Para a advogada, a divulgação feita por médicos e por uma pessoa pública, sem que a eficácia do remédio tenha sido confirmada, pode dar uma falsa impressão de segurança, o que pode ser um risco para a população, pois serve de estímulo para o relaxamento das medidas de prevenção à doença. Alerta Dani que, além da propaganda explicita do remédio como a solução para a cura da COVID 19, não há nenhuma atenção para a série de efeitos colaterais que podem ser causados pelo uso do medicamento.
"Estamos diante do maior desafio que a nossa cidade do Recife já teve na sua história. A divulgação de informações, quaisquer que sejam elas, relativas à pandemia, só podem ser feitas seguindo a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS). A OMS, inclusive, não indicou até o momento o tratamento da COVID-19 com a Hidroxicloroquina", afirmou.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos