Em nota, Diretor da Processo Engenharia esclarece que aditivo do Hospital Provisório não era para novos leitos, mas para "serviços não previstos" e dá outros esclarecimentos. Confiram



A empresa Processo Engenharia, por meio de seu diretor, envia nota de esclarecimento sobre o contrato para a construção de Hospital de Campanha da PCR. O Blog, como é de sua tradição, publicará na íntegra os esclarecimentos e documentos enviados. Não costumamos comentar ou rebater os argumentos dos direitos de resposta, mas no presente caso, apenas esclarecemos que nossa tentativa de contato se deu no espaço reservado, no site da empresa, para tal finalidade e não por e-mail
 Por essa razão a empresa não conseguiu localizar. Feito esse esclarecimento, segue a nota e documentos na íntegra:


DIREITO DE RESPOSTA 

Prezada Noélia Brito, 

Diante da matéria publicada em seu blog, no dia 20/05, sob título “Empresa que ganhou, sem licitação, contrato para construir UTIs do maior hospital de “campanha” da PCR pertence a “ex-suborbinado” de Geraldo Júlio”, eu, Leonardo Anacleto Ramos, sinto a necessidade de esclarecer alguns pontos, bem como, confiante no seu senso de justiça, solicitar a publicação em seu Blog dos presentes esclarecimentos: 

1. Sou engenheiro eletricista formado pela Universidade de Pernambuco, em 1992, e diretor da empresa Processo Engenharia LTDA desde sua criação, há 25 anos, além de possuir mais três formações complementares nas áreas financeira, luminotécnica e gestão pública. 

 2. A Processo Engenharia é uma empresa de bases sólidas. Possui em seu corpo técnico profissionais qualificados e, além disso, tem acervo técnico e respaldo para concorrer em qualquer segmento em licitações públicas. 

3. “LICITAÇÃO CAMARADA”: A Processo Engenharia Ltda venceu de forma consorciada o processo licitatório acirrado, o contrato 062/2013, cujo objeto era a eficientização de 45.685 pontos de Iluminação Pública na cidade do Recife. Ao final do contrato, foram 53.848 pontos eficientizados, sendo, à época, a maior quantidade de pontos eficientizados em capitais no Brasil, na maior crise econômica da história republicana até aquela data. O que comprova capacidade técnica-operacional da empresa fora da curva, imprimindo um marco histórico à cidade do Recife. 

4. PROMATA A minha gestão no Programa deu-se entre os anos de 2007 e 2008, cujas contas foram devidamente aprovadas pelo TCE, conforme certidões em anexo (I, II, III). Registro, ainda, que na minha formação já constava com a especialização em Gestão Pública pela UPE, o que por si só, evidencia a escolha do Governo de Pernambuco por um quadro técnico para o comando de um programa estratégico. 

5. CONSTRUÇÃO DO HOSPITAL PROVISÓRIO DO RECIFE, LOCALIZADO NO LARGO DOS COELHOS: É importante ressaltar que a Processo Engenharia Ltda tem um honroso legado de prestação de serviços e construção de infraestrutura pública. São 25 anos respaldados pela experiência da capacidade técnica- operacional de seu quadro técnico de engenheiros do qual eu, Leonardo Anacleto Ramos, na condição de engenheiro eletricista formado há 28 anos, tenho a satisfação e orgulho de fazer parte. Prezada Noélia, nunca tive na vida empresarial e de engenharia uma satisfação tão grande como nesta empreitada. Foram dias a fio, 24 horas por dia, 07 dias por semana, testemunhando o comprometimento de mais de uma centena de pessoas, entre colaboradores e parceiros, para atingirmos o objetivo de concluir a obra dentro de padrões de excelência, no prazo recorde, com um único propósito: deixar a infraestrutura do hospital provisório pronta para SALVAR VIDAS de munícipes da cidade do Recife que estejam contaminados pelo COVID19. 

6. As empresas convidadas a apresentar preços foram as que detêm expertise na manutenção de edificações hospitalares e contratos junto a secretaria de saúde da cidade do Recife. 

Cara Noélia, faço esses registros, pois da forma que está publicada, com todo respeito, a matéria incita o leitor ao erro quando, sem expor os termos do contrato, informa que o aditivo ao contrato diz respeito ao aumento no número de leitos. Em nenhum momento, seja por parte da contratante, a PCR, ou da contratada, Processo Engenharia, há qualquer menção à entrega de 588 Leitos.

O nosso contrato prevê a entrega de 100 Leitos de UTI e 320 Leitos de Enfermaria. Como é de conhecimento público, contratos emergenciais de engenharia possuem regras claras e são referenciados em tabela de preços como a da SINAPI e da EMLURB, além de B.D.I pré-definido. Os projetos executivos são feitos concomitantemente à execução dos serviços e, ainda assim, é preciso atender as rígidas exigências da ANVISA e as Normas Técnicas específicas de obras hospitalares. Face a essas exigências, foram necessários ajustes no projeto e consequente realização de serviços que não estavam previstos no projeto básico. O que culminou em aditivo de 33,28% em SERVIÇOS NÃO PREVISTOS e não em aumento no número de Leitos, conforme erroneamente dito em seu Blog. Em resumo: o contrato é de 420 leitos (100 de UTI e 320 de enfermaria) e o aditivo ao qual o blog se refere NÃO DIZ RESPEITO ao aumento de leitos. Diz respeito a serviços NÃO PREVISTOS no projeto básico, conforme explicado acima. Dito isto, reforço: a empresa não se comprometeu com a entrega de mais 133 leitos, afora o que foi acordado. O escopo do seu contrato é claro quanto ao número de leitos. O contrato foi encaminhado ao TCE e a qualquer momento pode ser constatado in loco a efetiva entrega. Ressalto que durante a obra emergencial foi crucial a experiência de profissionais qualificados para que tivéssemos a condição de “trocar o pneu com o carro andando”, sem prejuízo ao compromisso de atender todos os prazos devido à urgência da situação. Valeu aí a grande expertise da empresa com 25 anos de mercado. 7. “APADRINHADO DO PREFEITO” Prezada Noélia, ter preparação técnica, com graduação em engenharia elétrica e três especializações, me respalda a aceitar e trabalhar com afinco na gestão pública com a mesma dedicação que faço na minha vida empresarial. Reafirmo o que disse em 2013: é um privilégio trabalhar com pessoas sérias! 8. CONTRATOS COM A PCR Com 25 anos de atuação e vasta experiência em obras públicas, respaldada pelo currículo de seu quadro técnico, A Processo Engenharia possui contratos com órgãos públicos nas esferas estadual e municipais. 9. CONTATO COM A PROCESSO Não consta em nossa caixa de e-mail nenhuma tentativa de contado do seu blog. Coloco-me à disposição para prestar qualquer esclarecimento que se faça necessário, inclusive a convidando para uma conversa pessoalmente. Aguardo o seu contato por telefone xxxxxxxx ou por e-mail: Xxxxx. Atenciosamente, 

LEONARDO ANACLETO RAMOS Recife, 23/05/2020







MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais