Excesso de mortes pela pandemia, no Recife, é o segundo maior do País. Manaus está em primeiro


Cemitério Parque das Flores, no Recife, tem centenas de covas abertas para mortos da Covid-19 — Foto: Reprodução/TV Globo

Em análise feita para o G1, epidemiologista da Universidade de São Paulo concluiu que a capital pernambucana teve, até 25 de abril, 655 mortes a mais que o registrado nos últimos quatro anos.

Levantamento realizado, a pedido do G1, no Portal da Transparência do Registro Civil pelo engenheiro de software Marcelo Oliveira,  constatou aumento considerável do número de mortes nas 5 Capitais onde têm sido regustrados mais óbitos pela Covid-19. De acordo com o levantamento, a capital de Pernambuco ocupa a segunda colocação dentre as capitais onde se verifica maior quantificação de casos de mortes pela pandemia, perdendo apenas para Manaus.

O número de mortes na cidade de Recife disparou desde o início da pandemia do coronavírus até o dia 25 de abril e está 44% acima da média histórica. A análise dos dsdos foi feita  segundo análise pelo epidemiologista Paulo Lotufo, da USP, com base em dados capturados do Portal da Transparência do Registro Civil pelo engenheiro de software Marcelo Oliveira.

Para os especialistas, a taxa revela a subestimação das estatísticas oficiais. Em média, as mortes subiram 30% nas 5 Capitais analisadas. Além do aumento de 44%, no Recife, o estudo observou um aumento de 108%, em Manaus, 28% em São Paulo, 19% no Rio de Janeiro e 14% em Fortaleza.

Para os especialistas, a taxa revela a subestimação das estatísticas oficiais.

O cálculo leva em conta as mortes ocorridas entre 15 de março e 25 de abril, pois a primeira morte por coronavírus no país ocorreu em 16 de março.

Nesse período (15 de março e 25 de abril), em média 1.480 pessoas morreram no Recife, a cada ano entre 2016 e 2019. Em 2020, o número saltou para 2.135. Ou seja, 655 mortes a mais.

Das 655 mortes a mais, 182 foram oficialmente causadas pela Covid-19. Outras 473 seriam por outras causas. No entanto, para Lotufo, elas podem ter sido provocadas pelo vírus ou pelas consequências indiretas do impacto da Covid -19 na rede hospitalar. “A pandemia desequilibra o sistema de saúde”, diz Lotufo.

“[A pandemia] amplia as mortes por diversos outros tipos de doença, como ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais, além de gerar um custo também pelo adiamento no tratamento de doenças crônicas.”

Esse número de mortes acima da média histórica é conhecido entre os epidemiologistas como “excesso de mortalidade por todas as causas”.


Excesso de mortalidade pela pandemia no Recife — Foto: Editoria de Arte/G1

De onde vieram os dados

Para realizar o cálculo, foram usadas informações do Sistema Único de Saúde (SUS) para os anos de 2016 a 2018. Apenas em 2019, ano para o qual os números ainda não estão consolidados, foram usados os dados também dos cartórios.

Além dessa ressalva metodológica (que pouco altera a média), há uma outra mais importante: o atraso nas informações disponíveis.

Legalmente, há um prazo de 24 horas para a família informar mortes ao cartório, mais cinco dias para o registro do óbito, além de outros oito para as informações serem enviadas à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional).

Há, portanto, pelo menos duas semanas de defasagem entre os dados informados no Portal da Transparência dos cartórios e a realidade.


    MAIS VISITADAS DO MÊS

    São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

    Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

    Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

    Respiradores comprados pela Prefeitura do Recife a empresa veterinária só foram testados em porcos. Confiram os vídeos

    Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje