Fiscaliza Brasil pede à Justiça de Pernambuco suspensão do rodízio de veículos anunciado pelo Governador Paulo Câmara

O advogado Saulo Brasileiro é um dos integrantes da Fiscaliza Brasil, em Pernambuco

A ONG Fiscaliza Brasil solicitou à Justiça de Pernambuco que suspendesse o rodízio de veículos anunciado pelo Governador Paulo Câmara, como medida de combate ao coronavírus. Na petição, argumenta que o rodízio viola princípios da Administração Pública e coloca em risco a saúde pública, por contribuir para o aumento no número de usuários do transporte público, onde podem ser formadas aglomerações, que aumenta a possibilidade de contágio e transmissão da COVID-19.

A Fiscaliza Brasil argumenta que o Estado de Pernambuco possui elevado número de casos confirmados, com um número ainda maior de casos não registrados, pela subnotificação, com lotação de UTI próxima ao colapso, o que pode ser agravado com a medida tomada pelo Governador.

O processo foi distribuído à 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital, estando sob a responsabilidade do juiz Djalma Andrelino Nogueira Júnior, aguardando decisão.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos