Investigados, deputados do Centrão querem escolher superintendentes da PF em Pernambuco, Alagoas e São Paulo

Prédio da Polícia Federal Foto: Ana Branco / Agência O Globo

Guilherme Amado, da Época, denuncia que deputados do Centrão querem ser ouvidos pelo Palácio do Planalto sobre a escolha dos superintendentes da Polícia Federal nos Estados de Pernambuco, Alagoas e São Paulo, onde vários deles sao investigados por corrupção e lavagem de capitais, além de organização criminosa.

Com a restrição do foro privilegiado, investigações fora do atual mandato são tocadas pelas superintendências nos estados, lembra o colunista.

Na semana passada, a Polícia Federal em Pernambuco prendeu dois secretários da Prefeitura do Recife e realizou buscas e apreensões em endereços do deputado federal Sebastião Oliveira, do Centrão, que é aliado do governo Bolsonaro, para quem indicou o novo superintendente do DNOCS e do PSB, para quem indicou a nomeação dos dois secretários presos.

A PF suspeita que o deputado e seus apadrinhados teriam desviado quatro milhões de reais de uma obra na BR 101, em Pernambuco, quando atuavam na Secretaria de Transportes e no DER de Pernambuco.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje

Com salário líquido de R$ 7,9 mil, Secretário de Geraldo Júlio, preso pela PF por desvios no DER, confessa prática de agiotagem e posse de R$ 1,4 milhão em dinheiro. Prefeitura silencia