Ministério Público de Contas junto ao TCU também vai investigar suspeitas de fraudes na compra de respiradores pela Prefeitura do Recife



O Ministério Público Federal acaba de pedir à Juíza Carolina Malta, titular da 36ª Vara Federal, em Pernambuco, o compartilhamento das provas colhidas pela Polícia Federal, na Operação Apineia, que investiga fraudes na compra de respiradores a uma empresa fantasma pela Prefeitura do Recife.

Na petição, a Procuradora da República Silvia Regina solicita que "o compartilhamento dos elementos de provas já colhidos e dos que vieram a ser obtidos na investigação com o Ministério Público de Contas junto ao TCU para fins de que este avalie ulteriores encaminhamentos ao corpo técnico, além de providenciar medidas fiscalizatórias e punitivas internas julgadas cabíveis contra os investigados no âmbito da referida Corte de Contas."

MAIS VISITADAS DO MÊS

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos