Ministério Público de Contas junto ao TCU também vai investigar suspeitas de fraudes na compra de respiradores pela Prefeitura do Recife



O Ministério Público Federal acaba de pedir à Juíza Carolina Malta, titular da 36ª Vara Federal, em Pernambuco, o compartilhamento das provas colhidas pela Polícia Federal, na Operação Apineia, que investiga fraudes na compra de respiradores a uma empresa fantasma pela Prefeitura do Recife.

Na petição, a Procuradora da República Silvia Regina solicita que "o compartilhamento dos elementos de provas já colhidos e dos que vieram a ser obtidos na investigação com o Ministério Público de Contas junto ao TCU para fins de que este avalie ulteriores encaminhamentos ao corpo técnico, além de providenciar medidas fiscalizatórias e punitivas internas julgadas cabíveis contra os investigados no âmbito da referida Corte de Contas."

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia