Moro reconhece que mensagens divulgadas pelo Intercept foram interceptadas do seu celular

Em um dos trechos do depoimento de dez páginas prestado à PF, no inquérito que, no STF, investiga crimes combatidos pelo presidente Jair Bolsonaro na tentativa de interferir na Policia Federal para proteger familiares e aliados e perseguir desafetos, o ex-ministro Sergio Moro acabou por confirmar que as mensagens vazadas pelo Intercept eram verdadeiras. Moro revela que após a interceptação, passou a apagar as conversas que mantinha por meio de aplicativos:

"Que o Declarante esclarece que tem só algumas mensagens trocadas com o Presidente, e mesmo com outras pessoas, já que teve , em 2019, suas mensagens interceptadas ilegalmente por HACKERS, motivo pelo qual passou a apagá-las periodicamente,

Que o Declarante esclarece que apagava as mensagens não por ilicitude, mas para resguardar privacidade e mesmo informações relevantes sobre a atividade que exercia, inclusive, questões de interesse nacional;"

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos