PCR comprou máscara N95 a fábrica de "grama sintética"


A Prefeitura do Recife vai pagar R$ 570 mil à empresa VR INDUSTRIA E COMERCIO E INSTALACAO DE GRAMA DO BRASIL LTDA, CNPJ 11.555.207/0001-49, pelo fornecimento de 30 mil unidades, ao custo unitário de R$ 19,00, da máscara N95 (EPI). O valor já foi, inclusive, empenhado e liquidado, o que significa dizer que as máscaras já foram entregues à Prefeitura.

O intrigante, no caso, é que a fornecedora tem como atividade principal a "Fabricação de artefatos de tapeçaria" e secundárias, a "Construção de instalações esportivas e recreativas e o "Comércio atacadista de mercadorias em geral, sem predominância de alimentos ou de insumos agropecuários", nada tendo a ver com a fabricação ou comercialização de EPIs, a exemplo das máscaras N95 adquiridas à PCR. A empresa tem sede no município de Bom Jesus dos Perdões, em São Paulo.

O Termo de Ratificação da Dispensa de Licitação, assinado pelo Secretário de Saúde do Município do Recife, Jailson Correia, destaca que a Dispensa tem por objeto a "contratação de empresa especializada no fornecimento de materiais médico-hospitalares (Máscaras, Respirador, N95), para atender as necessidades da Rede Municipal de Saúde da Secretaria de Saúde do Recife, em virtude das ações de combate a propagação COVID-19".

A empresa é especializada no fornecimento de "grama sintética", tendo, inclusive, sido contratada, recentemente, pelo TCE/MT, para fornecer 450 metros de grama em placa sintética decorativa.

Em tempos de pandemia, fábrica de grama se transforma em fábrica de máscaras.


Edição nº 047 - 30.04.2020                           DIÁRIO OFICIAL DO RECIFE                                             9
 
Termo de Ratificação 
Dispensa de Licitação nº. 158/2020 
RATIFICO, com base no art. 4º, da Lei nº. 13.979/2020, o processo relativo à Dispensa de Licitação nº. 158/2020, que tem como objeto contratação de empresa especializada no fornecimento de materiais médico-hospitalares (Máscaras, Respirador, N95), para atender as necessidades da Rede Municipal de Saúde da Secretaria de Saúde do Recife, em virtude das ações de combate a propagação COVID-19, junto a empresa: VR INDUSTRIA E COMÉRCIO DE INSTALAÇÃO DE GRAMA DO BRASIL LTDA, CNPJ Nº 33.537.378/0001-88, Lote 01, ao preço total de R$ 570.000,00. Recife, 28 de abril de 2020. JAILSON DE BARROS CORREIA - Secretário de Saúde do Recife. 

CPF/CNPJ: 33.537.378/0001-88
Nome Credor: VR INDUSTRIA E COMERCIO E INSTALACAO DE GRAMA DO BRASIL LTDA
No Empenho: 2020NE02585000
Ordem Bancária (OB):
Detalhes da OB:
Elemento Despesa: 3.3.90.30-MATERIAL DE CONSUMO
SubElemento Despesa: 43-MATERIAL HOSPITALAR
Modalidade: ESTIMATIVO / SUBEMPENHO 1
Tipo Licitação: DISPENSADO
Referência Legal: DISPENSADO - CORONAVIRUS
No Processo: 202048152
Data Emissão: 24/04/2020
Valor Empenhado: 0,00
Valor Liquidado: 570.000,00
Valor Pago: 0,00
Data do Pagamento:
Valor Anulado: 0,00
Estorno Pago: 0,00
Estorno Liquidado: 0,00
Data Último Movimento: 12/05/2020
Quantidade Valor Unitário Descrição Total
30000 19,00 MÁSCARA, RESPIRADOR, N 95,FILTRO MECÂNICO DE TNT(PARTÍCULAS 0,1MICRON), DUPLO SISTEMA DE TIRAS ELÁSTICAS, 4 CAMADAS(C/FILME),SEM VÁLVULA, CLIP NASAL 570.000,00
Total 570.000,00
Valor Anulado 0,00
Saldo 570.000,00
Valor Subempenhado: 570.000,00
Estimativo:
Empenho de despesas cujo valor exato a ser pago não é conhecido previamente.
Global:
Empenho de despesas cujo valor a ser pago seja previamente conhecido e o pagamento poderá ser parcelado.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos