Pernambuco é apenas o 14 Estado no ranking da Transparência nos gastos emergenciais com a pandemia, diz a Transparência Internacional. Estado está atrás do Ceará, do Maranhão e da Paraíba, no Nordeste


A ONG Transparência Internacional, referência mundial no combate à corrupção e ba fiscalização da gestão pública, acaba de divulgar a avaliação dos portais da transparência de 26 governos estaduais, do Distrito Federal e de 26 capitais e aponta resultados bem diferentes dos que têm sido divulgados pela propaganda oficial do governo de Pernambuco e da Prefeitura do Recife.
O levantamento leva em conta informações sobre contratações emergenciais de forma fácil e ágil. O resultado é uma pontuação de 0 a 100 em que os mais transparentes são aqueles que mais se aproximam da nota máxima.

De acordo com esse ranking, o Estado de Pernambco aparece apenas em 14 lugar, no Brasil e em 3 no Nordeste, atrás do Ceará, do Maranhão e da Paraiba. Para se ter uma ideia, enquanto o Ceará, que é o Estado mais bem avaliado do Nordeste, atingiu 73,4 pontos, Pernambuco chegou a apenas 52,8 pontos.

Na propaganda oficial, o governador tem alardeado, com base no ranking de uma ong que ninguém nunca ouviu falar, que estaria em primeiro. O Ministério Público de Contas e o Ministério Público Federal discordam.







MAIS VISITADAS DO MÊS

Forbes: Lista de bilionários brasileiros traz 16 cearenses e 6 pernambucanos. Saiba quem são.

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Radar: João Campos recebe mais de R$ 5,2 milhões do Fundo Eleitoral do PSB e é recordista nacional de doações

Desembargador extingue reclamação do Estado de Pernambuco contra decisão do Juiz que mandou suspender retorno das aulas presenciais