Pernambuco é apenas o 14 Estado no ranking da Transparência nos gastos emergenciais com a pandemia, diz a Transparência Internacional. Estado está atrás do Ceará, do Maranhão e da Paraíba, no Nordeste


A ONG Transparência Internacional, referência mundial no combate à corrupção e ba fiscalização da gestão pública, acaba de divulgar a avaliação dos portais da transparência de 26 governos estaduais, do Distrito Federal e de 26 capitais e aponta resultados bem diferentes dos que têm sido divulgados pela propaganda oficial do governo de Pernambuco e da Prefeitura do Recife.
O levantamento leva em conta informações sobre contratações emergenciais de forma fácil e ágil. O resultado é uma pontuação de 0 a 100 em que os mais transparentes são aqueles que mais se aproximam da nota máxima.

De acordo com esse ranking, o Estado de Pernambco aparece apenas em 14 lugar, no Brasil e em 3 no Nordeste, atrás do Ceará, do Maranhão e da Paraiba. Para se ter uma ideia, enquanto o Ceará, que é o Estado mais bem avaliado do Nordeste, atingiu 73,4 pontos, Pernambuco chegou a apenas 52,8 pontos.

Na propaganda oficial, o governador tem alardeado, com base no ranking de uma ong que ninguém nunca ouviu falar, que estaria em primeiro. O Ministério Público de Contas e o Ministério Público Federal discordam.







MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje