Receita Federal apreende 876,5 quilos de cocaína nos Portos de Santos e Paranaguá



A Receita Federal, em ação conjunta com a Polícia Federal, apreendeu três cargas contendo 876,5 quilos de cocaína. 

Na primeira operação, iniciada na madrugada de quinta-feira (21), a Alfândega da Receita Federal, em Santos, localizou duas cargas prestes a serem exportadas

A primeira apreensão ocorreu durante trabalho regular em um dos terminais de contêineres localizados no Porto de Santos, onde foram encontrados 146 kg de cocaína ocultos em um carregamento de açúcar. O destino final da carga seria a Costa do Marfim, mas com transbordo no porto de Antuérpia, na Bélgica.

Em função das características observadas na ação, suspeita-se ter ocorrido a técnica criminosa denominada “Rip-Off modality”, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.




Na segunda apreensão, uma carga de três geradores, um compressor e uma unidade de ar comprimido, a droga estava escondida dentro dos equipamentos. Foram encontrados 373 kg de cocaína. O destino final seria o porto de Lataquia, na Síria.

Dada a dificuldade apresentada para a retirada da droga, os trabalhos foram concluídos somente no final da tarde do dia 21.

Nas duas apreensões a seleção para conferência foi feita através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner e utilização dos cães de faro da Unidade.

A droga interceptada pela Alfândega foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou a operação a partir de sua localização e prosseguirá com as investigações a partir das informações fornecidas pela Receita Federal.

Na segunda operação, ocorrida na última quarta-feira (20), esta em conjunto com a Polícia Federal, fora m apreendidos 357,5 quilos de cocaína, no Porto de Paranaguá/PR.


A droga foi localizada pelo scanner, misturada a uma carga de suco de frutas congelado. A carga teria como destino o Porto de Rotterdam, na Holanda.

Esta é a 12ª apreensão de cocaína realizada pela Receita Federal no Porto de Paranaguá, em 2020, totalizando 4.187 quilos da droga.

A droga foi encaminhada para a Polícia Federal que seguirá com as investigações.

* Com informações da Assessoria de Comunicação da Receita federal do Brasil.

MAIS VISITADAS DO MÊS

São dois, os Secretários de Geraldo Julio, presos pela Polícia Federal, ontem, por desvios em obra da BR 101, ambos indicados por Sebastião Oliveira

Mãe "rica" da "Beira Mar" reclama de escola cearense que coloca seus filhos em aulas on line com crianças de "outro nível". Escola emite nota lamentando discriminação

Com Covid19, Sikêra Jr. chora ao vivo e alerta: "não façam como eu fiz. Não subestimem a doença"

Juiz faz Inspeção nas unidades de saúde para Covid-19, de Pernambuco, e oficia MPPE e MPF, para que investiguem possíveis crimes na ocorrência de óbitos por falta de UTIs no Estado que até hoje não explicou com o que gastou R$ 9,7 bilhões recebidos do SUS e repassados a OSs

Exclusivo: Deputado Sebastião Oliveira, de Pernambuco foi alvo de buscas e apreensões da PF na Operação Outline. Dois ex-servidores do DER foram presos na manhã de hoje