Advogado de Flávio Bolsonaro agiu para destruir provas e obstruir a justiça, aponta decisão judicial: "cúmplice em condutas criminosas"

20 de jun. de 2020

/ by Blog da Noelia Brito

O juiz da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Flávio Itabaina, responsável pela decisão que determinou a prisão preventiva de Fabrício Queiroz e da Mulher deste, Márcia, ainda foragida, apontou na mesma decisão que o advogado de Flavio Bolsonaro, Luis Gustavo Botto Maia, "extrapolou todos os limites da profissão ao atuar como cumplice em condutas criminosas".

De acordo com o magistrado, "tudo indica, pela prova inidiciária colhida até então, que o aludido advogado, como ressaltado pelo Parquet, 'colaborou de forma decisiva para embaraçar a investigação penal'" Confiram:





Por essas condutas, o advogado acabou sendo alvo de buscas e apreensões na operação de ontem.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

© Todos os direitos reservados - 2021