Após assassinato de Comissário por facção, Sinpol pede ao TJ-PE instalação de Varas específicas de combate ao crime organizado no estado


A Diretoria do Sinpol, sob a condução do Presidente em exercício do sindicato, Rafael Cavalcanti, esteve no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE), hoje (9), para oficiar o Poder Judiciário sobre a necessidade da criação de Varas específicas para o combate ao crime organizado no estado.

"Na verdade, muito mais que necessária, essa medida é urgente, principalmente em decorrência do que vem acontecendo na região de Surubim, onde o crime organizado vem tentando se instalar e recentemente tirou a vida do comissário Rogério de maneira covarde, afirma o Sinpol, em nota. 

"Por isso, antes que o mal se instale completamente, precisamos de toda a cooperação e firmeza possíveis por parte do Poder Judiciário, Ministério Público e, obviamente, a Polícia Civil - responsável por todas as investigações que desnudaram a organização criminosa na região", acrescenta o Sinpol.

Além disso, afirmam que o crime organizado pode estar impondo limitações e lançando intimidações sobre o Poder Judiciário local e isso atrapalharia muito o combate às organizações criminosas e, consequentemente, as investigações do homicídio do comissário Rogério.


MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos