Desembargador Federal indefere pedido da defesa do Secretário de Saúde do Recife para suspender inquérito dos respiradores que não podem ser usados em seres humano e nega envio da investigação para a Justiça Estadual. PF e MPF seguem no caso



Ontem o Blog da Noelia Brito revelou, com exclusividade, que a defesa do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, havia entrado com um Habeas Corpus no Tribunal regional Federal da 5ª Região, pedindo uma liminar para suspender as investigações sobre a compra de 500 respiradores que não podem ser usados em seres humanos, pela gestão Geraldo Julio, do PSB.

Pois bem. Logo cedo, o desembargador federal Paulo Cordeiro indeferiu a liminar de modo que as investigações seguem onde deve ser: na Polícia Federal e na Justiça Federal.



A gestão do Prefeito Geraldo Julio, que está apavorada de medo da Polícia Federal, depois de ter sido alvo de três operações em menos de um mês, por suspeita de desvios de recursos públicos que deveriam ser utilizados no combate à pandemia, para salvar vidas, mas que, segundo a PF e o MPF, teriam servido para irrigar uma rede de empresas de fachada, tenta a todo custo, inclusive por meio de manobras contábeis pouco ortodoxas, disfarçar a origem dos recursos que são sabidamente federais, insistindo na tese de que seriam recursos próprios.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos