Nabor Bulhões recusa defesa de Flávio Bolsonaro no "rachadinha gate"


O advogado Nabor Bulhões


Por Bela Megale
O advogado Nabor Bulhões recusou o convite para atuar na defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso Queiroz. O criminalista deu sua resposta a interlocutores do parlamentar e do próprio presidente Jair Bolsonaro no fim de semana.

Nabor justificou a decisão afirmando que o processo da “rachadinha” corre no Rio de Janeiro e que seria complicado um advogado de Brasília se dedicar ao caso como ele exige. O criminalista também destacou que está com a agenda tomada por ações em que já atua em tribunais superiores.

Aliados da família Bolsonaro ainda têm esperança que o advogado possa atuar na elaboração de pareceres no caso da rachadinha, mas Nabor não mostrou disposição para isso.

Como a coluna informou, antes Fabrício Queiroz ser preso, o criminalista que já atendeu Odebrecht, Collor e PC Farias já tinha sido convidado para atuar no caso defendendo Flávio. Após a prisão, o convite foi reforçado.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Exclusivo: Polícia Civil de Pernambuco prende maior estelionatário do Nordeste. Hacker, que estava foragido, foi preso pela Delegacia do Cordeirro. Golpes ultrapassam a casa dos R$ 100 milhões

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia