Novo ministro da Educação é professor, pós-Doutor, economista e militar da reserva da Marinha. Confiram



Pelo Facebook, o presidente Jair Bolsonaro acaba de anunciar que o economista e oficial da reserva da Marinha Carlos Alberto Decotelli será o novo ministro da Educação.

Minutos depois do anúncio no Facebook, a nomeação foi confirmada em edição extra do Diário oficial da União.

Segundo a página do FNDE, Decotelli “atuou durante toda a transição de governo do presidente Jair Messias Bolsonaro junto à equipe do Ministério da Educação, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, período em que foram estudadas as ideias e novas estratégias que pretende implementar na condução da maior autarquia para a gestão financeira da educação do Brasil”.

Decotelli é doutor em Administração pela Universidade Nacional de Rosário, da Argentina, com mestrado profissional também em administração pela FGV. Formou-se em Economia na UERJ, em 1980.

Também realizou pós-doutorado na Bergische Universitãt Wuppertal, na Alemanha.

Foi professor de pós-graduação em finanças na Fundação Dom Cabral e na FGV.

Segundo seu currículo Lattes, Decotelli fala alemão, espanhol e inglês. De 2011 a 2014, recebeu sete prêmios na FGV como melhor professor da turma.

Como oficial da reserva da Marinha, atuou como professor e coordenador na Escola de Guerra Naval.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos