Pesquisa aponta que 58% dos recifenses perderam um parente ou amigo para a COVID-19


Estudo revelou dados alarmantes sobre os efeitos do coronavírus no Recife

Em meio a queda no número de casos do novo coronavírus, um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU revelou dados importantes sobre os efeitos da COVID-19 no Recife. De acordo com a pesquisa, mais da metade da população da capital pernambucana perdeu algum parente ou conhecia alguém que morreu por conta da doença. Os dados também destacam o medo dos moradores de contrair a doença.

A pesquisa, que foi realizada por cotas amostrais, teve como objetivo investigar a opinião da população residente no Recife em relação a pandemia do novo coronavírus. Os resultados também mostraram que 73% dos recifenses conhecem alguém que contraiu a COVID-19. No entanto, 74% da população afirma ter algum conhecido ou parente que se recuperou da doença.

"Este estudo é importante para que possamos compreender como a população do Recife está avaliando esta pandemia. Além disso, também mostra o temor dos cidadãos com relação a doença, já que 73% deles afirmam ter medo de contrair a COVID-19", explica o coordenador da pesquisa, Adriano Oliveira.

Outro dado preocupante está relacionado aos testes aplicados para detectar a doença. Apesar de Pernambuco já ter ultrapassado a marca de 43 mil casos confirmados, apenas 10% da população da capital fez o teste da COVID-19. "O dado preocupa porque mostra que muitas pessoas ainda não foram testadas, o que resultaria em um número muito maior de casos", complementa Adriano.

Medo de ir ao médico

O estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU também revelou que a população está evitando ir ao médico com medo do novo coronavírus. 83% dos entrevistados afirmaram não ter procurado estes profissionais para avaliações de saúde em geral. O dado preocupa porque muitas destas pessoas podem atrasar o diagnóstico e tratamento de doenças graves por conta da pandemia.

A pesquisa entrevistou 628 pessoas, por telefone, no período de 11 de junho a 14 de junho de 2020. Os entrevistados têm 18 anos ou mais e residem na cidade do Recife. A margem de confiança do estudo é de 95%.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia