Pesquisa aponta que 58% dos recifenses perderam um parente ou amigo para a COVID-19


Estudo revelou dados alarmantes sobre os efeitos do coronavírus no Recife

Em meio a queda no número de casos do novo coronavírus, um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU revelou dados importantes sobre os efeitos da COVID-19 no Recife. De acordo com a pesquisa, mais da metade da população da capital pernambucana perdeu algum parente ou conhecia alguém que morreu por conta da doença. Os dados também destacam o medo dos moradores de contrair a doença.

A pesquisa, que foi realizada por cotas amostrais, teve como objetivo investigar a opinião da população residente no Recife em relação a pandemia do novo coronavírus. Os resultados também mostraram que 73% dos recifenses conhecem alguém que contraiu a COVID-19. No entanto, 74% da população afirma ter algum conhecido ou parente que se recuperou da doença.

"Este estudo é importante para que possamos compreender como a população do Recife está avaliando esta pandemia. Além disso, também mostra o temor dos cidadãos com relação a doença, já que 73% deles afirmam ter medo de contrair a COVID-19", explica o coordenador da pesquisa, Adriano Oliveira.

Outro dado preocupante está relacionado aos testes aplicados para detectar a doença. Apesar de Pernambuco já ter ultrapassado a marca de 43 mil casos confirmados, apenas 10% da população da capital fez o teste da COVID-19. "O dado preocupa porque mostra que muitas pessoas ainda não foram testadas, o que resultaria em um número muito maior de casos", complementa Adriano.

Medo de ir ao médico

O estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU também revelou que a população está evitando ir ao médico com medo do novo coronavírus. 83% dos entrevistados afirmaram não ter procurado estes profissionais para avaliações de saúde em geral. O dado preocupa porque muitas destas pessoas podem atrasar o diagnóstico e tratamento de doenças graves por conta da pandemia.

A pesquisa entrevistou 628 pessoas, por telefone, no período de 11 de junho a 14 de junho de 2020. Os entrevistados têm 18 anos ou mais e residem na cidade do Recife. A margem de confiança do estudo é de 95%.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Entidades ligadas a empresário preso hoje pela PF, por desvios na Saúde, receberam mais de R$ 781 milhões do Estado e de Prefeituras pernambucanas

Mapa da Vergonha: Pernambuco é o Estado com o maior número de irregularidades investigadas na pandemia, aponta documento da Polícia Federal

EXCLUSIVO: PF PRENDE PREFEITO E VICE DE AGRESTINA

Operação Desumano: Orcrim que assalta cofres da Saúde do povo pernambucano há anos é desbaratada em megaoperação da PF, CGU, MPF e MPPE (GAECCO). Prefeituras do Recife e de Jaboatão e empresário, líder da ORCRIM, entre os alvos