Polícia intima cidadã que convocou população para ir à praia em Pernambuco



Alegando arbitrariedade do governador Paulo Câmara, a jornalista e estudante de Psicologia, Lana Valentim, divulgou que sua residência recebeu a visita de três policiais civis que foram levar uma intimação para que vá prestar depoimento, amanhã, às 9:00hs, na Delegacia de Boa Viagem.

Apesar de não haver nenhum indicativo na intimação sobre o assunto que será tratado no depoimento, a jornalista acredita que seja em razão de uma campanha promovida por ela e um grupo de pessoas que têm defendido a necessidade de abertura das praias, fechadas pelo Governo de Pernambuco em razão da pandemia. De acordo com Lana Valentim, não há no seu movimento qualquer motivação política, mas, tão somente, um alerta sobre "os efeitos benéficos que o sol proporciona às pessoas, pelo fato de aumentar a absorção da vitamina D".

"Não se entende, esse governador emitir um planejamento confuso e lento, sem nem mencionar a abertura do calçadão e da praia para os cidadãos, que já estão presos em casa há 3 meses. Não existe nenhum estudo científico que comprove que o isolamento social evita o contágio do vírus, o que se constata na prática, é que as pessoas estão trazendo o vírus para dentro de casa", afirma.

Diz, ainda, que "é notória a incompetência desse governador, inclusive, as prefeituras de Jaboatão, Cabo e Petrolina resolveram não entrar nessa barca furada, adotando medidas próprias e mais seguras de abertura de comércio", entretanto, esses Prefeitos também poderão ser alvos de ações penais e até de intervenção nos Municípios que governam, pois Recomendação publicada hoje pelo Procurador Geral de Justiça, Dirceu Barros, aponta para o dever de prefeitos seguirem rigorosamente as regras estaduais e federais para o isolamento social, não podendo instituir regras mais flexíveis do que aquelas emitidas pelo próprio Estado (Confiram em  Prefeitos que descumprirem normas mais rígidas estaduais e federais sobre isolamento social poderão ser processados criminalmente e sofrer intervenção nos Municípios em Pernambuco, alerta Recomendação do PGJ ).

Ao Blog, Lana Valentim disse se sentir injustiçada, já que não é bandida para estar passando pelo constrangimento de receber a Polícia em casa e para ser intimada a prestar depoimentos e que essas medidas deveriam ser direcionadas àqueles que estão desviando recursos públicos na pandemia.

O Blog entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Polícia Civil de Pernambuco para saber detalhes da intimação, mas até a publicação da matéria não havíamos recebido retorno.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia