Queiroz recebia "amiguinhas"para "farras" na casa em Atibaia, apontam mensagens interceptadas pelo MPRJ



Mensagens interceptadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro apontam que Fabrício Queiroz, preso ontem por obstrução da justiça nas investigações do esquema criminoso de "rachadinhas" comandado pelo filho mais velho de Jair Bolsonaro, o hoje senador Flavio Bolsonaro, mostram que diferentemente do vinha sendo noticiado, Queiroz não era "refém" da organização criminosa, mas que inclusive promovia "farras" com "amiguinhas" na casa do advogado dos Bolsonaro, onde foi preso em Atibaia. Confiram:



MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia