TCU também vai investigar compra dos respiradores de porcos pela Prefeitura do Recife


O representante do Ministério Público de Contas, junto ao TCU, Marinus Eduardo De Vries Marsico, ingressou com uma representação interna onde pede que também o TCU investigue a compra de 500 respiradores à empresa de fachada Juvanete, pela Prefeitura do Recife.

O MPCO junto ao TCU pede que o TCU promova audiência dos responsáveis no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde de Recife/PE, das empresas do grupo “Brasmed” e seus sócios e representante envolvidos na contratação da empresa Juvanete Barreto Freire MEI (Brasmed Veterinária) para o fornecimento de ventiladores pulmonares (aparelhos respiradores) à Prefeitura Municipal de Recife/PE, apurando a ocorrência de possíveis atos ilegais e fraudulentos, adotando as medidas corretivas, preventivas e de responsabilização que se fizerem necessárias. 

"Confirmadas as ocorrências descritas nesta representação, considerando a gravidade da prática fraudulenta e a maior reprovabilidade dessas condutas no contexto da pandemia, requeremos que sejam aplicadas aos responsáveis, individualmente, a multa prevista no artigo 58, II, da Lei 8.443/92 e as sanções de inabilitação para o exercício de cargo em comissão ou função de confiança e de inidoneidade para licitar e contratar com o poder público previstas nos artigos 46 e 60 da referida lei. Por fim, requeremos que seja decretado o sigilo dos presentes autos, condição ostentada pelos documentos em sua origem nos processos administrativos e judiciais dos quais foram extraídos", conclui.


MAIS VISITADAS DO MÊS

Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da Deccot, que cumpriu mandados também na Prefeitura do Recife, foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia

Exclusivo: Saiba quem são todos os 41 alvos das Operações Casa de Papel e Antídoto, deflagradas hoje, pela PF, e que também teve como alvos as Prefeituras do Recife, do Cano, de Paulista e de Olinda

Advogado dos Bolsonaro, Wasef, teve pedido de prisão em inquérito que investigou seita satanista suspeita de matar crianças em rituais. Seita tinha integrantes também em Pernambuco

DRACCO faz operação contra Sebastião Figueroa, maior fornecedor de produtos gráficos para políticos e governos em Pernambuco. Veja as imagens exclusivas do Blog da Noelia Brito

Covidão: PF faz buscas nas Prefeituras do Recife, Paulista, Cabo e Olinda contra corrupção na pandemia